Ensino Superior público com 55.166 vagas no próximo ano letivo. No total, há menos vagas do que no ano passado - TVI

Ensino Superior público com 55.166 vagas no próximo ano letivo. No total, há menos vagas do que no ano passado

Universidade de Coimbra (Facebook)

Há casos de instituições com menos 140 vagas do que no ano passado. O número de vagas no Ensino Superior privado subiu este ano

O concurso nacional de acesso ao Ensino Superior vai ter este ano 55.166 vagas, de acordo com os números divulgados este domingo pela Direção Geral do Ensino Superior. É um aumento de 158 vagas face ao ano de 2023, mas há instituições onde o número de vagas é reduzido em quase 150.

É o caso do Instituto Politécnico de Bragança, que reduz as vagas em 140. Mas está longe de ser a única instituição a reduzir o número de vagas. O Instituto Politécnico da Guarda, por exemplo, tem menos 48 vagas e a Universidade da Beira Interior, tem menos 37.

Se considerarmos os números globais (que incluem os números do concurso nacional de acesso, dos regimes especiais de acesso e do concurso especial de acesso), o sistema de ensino superior público fixa um total de 75.962 vagas, o que corresponde a uma redução de 61 vagas em comparação com 2023.

Os regimes especiais de acesso têm 2.712 vagas (menos 1340 vagas do que em 2023) e os concursos especiais de acesso têm 18.084 (um aumento de 1.121 vagas).

Mais vagas no privado

Há cursos em que, por lei, têm de abrir o mesmo número de vagas do que no ano anterior, como é o caso de Medicina ou Educação Básica. Há aumentos em todas as áreas, mas na casa das poucas dezenas. Em cursos com índice de excelência superior ou igual a 100, foram fixadas mais 46 vagas (4.036), nos cursos de competências digitais, abrem 9.355 vagas (mais 252 do que em 2023), e, nos cursos de Educação Básica, abrem 993 vagas (mis 38). Medicina tem um aumento de 13 vagas no concurso nacional de acesso.

Por sua vez, o sistema de ensino superior privado fixa um total de 24.024 vagas, o que corresponde a um aumento de 410 vagas face a 2023.

Os cursos com as médias mais altas

Os cursos com nota do último colocado na 1ª fase do concurso de 2023 continuam a ser os de Engenharia Aeroespacial e de Medicina. A Universidade do Porto tem seis cursos no top 10, onde só há um curso da área das humanidades - Línguas e Relações Internacionais, precisamente na Universidade do Porto. 

Curso Instituição Nº de Vagas Nota último colocado 1ª Fase 2023 (cont. geral) 
Engenharia Aeroespacial Universidade do Minho 31 188,6
Medicina

Universidade do Porto - Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar

155 186,8
Engenharia Aeroespacial Instituto Superior Técnico 135 186,8
Engenharia e Gestão Industrial Universidade do Porto 112 185,05
Engenharia Aeroespacial Universidade de Aveiro 50 185,02
Arquitetura Universidade do Porto - Faculdade de Arquitetura 124 184,5
Bioengenharia Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 98 184,5
Medicina Universidade do Porto - Faculdade de Medicina 245 183,5
Medicina Universidade do Minho 122 182,8
Línguas e Relações Internacionais Universidade do Porto - Faculdade de Letras 78 182,8


Pode descarregar o ficheiro AQUI ou vê-lo em baixo.

Continue a ler esta notícia