Incêndio em Espanha já retirou 800 pessoas de casa e vento forte dificulta combate - TVI

Incêndio em Espanha já retirou 800 pessoas de casa e vento forte dificulta combate

  • Agência Lusa
  • AM
  • 3 nov 2023, 10:03

Região está sob um aviso meteorológico laranja por causa do vento

Um incêndio florestal na região de Valência, no leste de Espanha, já obrigou a deslocar mais de 800 pessoas desde quinta-feira e as autoridades locais dizem que as chamas estão descontroladas por causa do vento forte.

Segundo as autoridades da Comunidade Valenciana, o fogo obrigou a evacuar aldeias e urbanizações e mais de 800 pessoas já foram retiradas de casa preventivamente.

Entre 1.000 e 1.400 hectares foram já queimados pelo incêndio desde quarta-feira e as autoridades esperam combater hoje o fogo com meios aéreos, embora o vento possa dificultar a sua utilização, segundo os responsáveis pela coordenação de forças no terreno.

A região está sob um aviso meteorológico laranja (o segundo mais grave) por causa do vento e num ponto de situação feito hoje às 09:00 (08:00 em Lisboa), os responsáveis pela coordenação do combate ao incêndio afirmaram que a situação era "complicada".

O incêndio e este aviso por causa dos ventos em Valência coincide com mau tempo noutros pontos de Espanha, em especial no norte e centro do país, por causa dos efeitos da tempestade Cierán, que afetou vários países da Europa.

Na quinta-feira, uma mulher morreu em Madrid, atingida por uma árvore que caiu devido ao vento forte, e dezenas de voos e ligações de comboio foram cancelados por causa do mau tempo.

Os serviços de emergência responderam também a centenas de ocorrências no centro e norte de Espanha, relacionadas, sobretudo, com árvores, postes, cabos, terra e pedras caídas em estradas e ouras vias.

Hoje, os efeitos da depressão Ciarán continuam a causar ventos de até 100 quilómetros por hora e chuva em vários pontos de Espanha, segundo os serviços de meteorologia do país, que colocaram sob aviso laranja regiões do leste e vermelho (o mais grave) as regiões de costa da Cantábria e da Galiza (norte).

Continue a ler esta notícia