VÍDEOS: Félix acerta no poste e Barça empata em Maiorca (2-2) - TVI

VÍDEOS: Félix acerta no poste e Barça empata em Maiorca (2-2)

Xavi deixou Lewandowski no banco e os catalães estiveram por duas vezes em desvantagem

Relacionados

O Barcelona não foi além de um empate na visita a Maiorca e arrisca-se a perder a liderança da liga espanhola. Xavi deixou Lewandowski no banco, apostou num ataque mais móvel, mas os catalães andaram sempre atrás do prejuízo no Son Moix. João Félix ainda acertou no poste, mas foi já no banco que viu o avançado polaco imitá-lo no lance que acabou por resultar no 2-2.

Confira o FILME DO JOGO

Xavi deixou o avançado polaco a descansar no banco para apostar num ataque mais móvel, com João Félix, Ferran Torres e Raphinha na frente, procurando surpreender o adversário com um jogo rápido e, acima de tudo, uma grande mobilidade. No entanto, o Maiorca, com Samú Costa no «miolo», apresentou-se em campo com uma defesa muito consistente, fechando muito bem todos os caminhos de acesso à sua área, para depois tentar explorar as transições rápidas.

Não foi preciso esperar muitos minutos para perceber que o Barça não ia ter vida fácil no Son Moix. O tridente dos catalães bem tentava trocar a bola e abrir brechas, mas chocava persistentemente com os jogadores do Maiorca, jogando sempre aos tropeções, de ressalto em ressalto no último terço do terreno.

O jogo do Maiorca era bem mais linear e, a verdade, é que a equipa da casa, com uma pressão alta, acabou por adiantar-se no marcador, logo aos 8 minutos de jogo. Um lance que começa com num mau passe de Ter Stegen que permite a Antonio Sanchez recuperar a bola e cruzar, à segunda tentativa, para Muriqi atirar a contar.

Pelo segundo jogo consecutivo, o Barça estava obrigado a uma «remontada». Os catalães assumiram as despesas do jogo, partiram para cima do adversário, obrigaram o Maiorca a recuar em toda a linha, mas continuavam sem encontrar espaços no último terço. Apesar de tudo, a equipa de Xavi acabou por chegar ao empate, aos 41 minutos, num lance que começa numa arrancada de João Cancelo sobre a direita. O lateral choca, mais uma vez, com um adversário, mas Raphinha recupera a bola, encontra uma nesga à entrada da área e remata forte para o empate. Um grande golo do antigo jogador do Sporting.

Parecia perfeito para o Barça, marcar antes do intervalo, mas o Maiorca recuperou a vantagem, já em tempo de compensação, de forma incrível, com apenas três toques: pontapé longo de Rajkovic, Muriqi penteou a bola pelo caminho e Abdón Prats bateu Ter Stegen que vinha ao seu encontro. Numa distração, o Barça ia para o intervalo novamente a perder.

Entrada providencial de Lamine Yamal e de Fermín

Esperava-se que Xavi lançasse de imediato Lewandowski para a contenda, mas o treinador esperou mais uns minutos e João Félix ficou a centímetros de empatar novamente o jogo, logo aos 55 minutos, com uma bomba do meio da rua que deixou a baliza de Raskovic a abanar. Lewandowski entrou logo a seguir, para o lugar de Ferran Torres, e, pouco depois, Xavi abdicou também de João Félix e Oriol Romeu para lançar os jovens Lamine Yamal e Fermín.

Logo a seguir o árbitro assinalou penálti favorável ao Barça por uma alegada falta de Nastasic sobre Lamine Yamal, mas, alertado pelo VAR, foi rever as imagens que mostram que o defesa do Maiorca não toca de facto no adversário. Ilusão de ótica.

No entanto, a aposta de Xavi nos dois jovens acabou por ser mesmo providencial, uma vez que os dois suplentes acabaram por estar ligados ao golo do empate, aos 75 minutos. Lamin Yamal iniciou o lance sobre a direita, encontrou Raphinha na área e o antigo jogador do Sporting cruzou tenso. Lewandowski, na área, deixou a bola passar por entre as pernas, como João Félix tinha feito frente ao Betis, e Fermín apareceu a finalizar junto ao segundo poste.

Ainda faltam quinze minutos para o final, ainda houve oportunidades para os dois lados e o jogo prolongou-se por mais sete minutos para lá dos noventa, mas não houve mais golos e o Barça, ainda sem derrotas, volta a perder pontos.

Na classificação, a equipa de Xavi continua líder, agora com 17 pontos, mas fica à mercê do Girona (16 pontos) e Real Madrid (15) que jogam esta quarta-feira.

Sevilha goleia Almeria com Max na baliza

Ainda esta terça-feira, o Sevilha goleou o Almeira, no Sánchez-Pizjuán, por 5-1. A equipa da Andaluzia chegou ao intervalo já a vencer por 3-0, com golos de En-Nesyri (7m), Lukebakio (8m) e Suso (38m). Uma vantagem reforçada, depois, no segundo tempo com golos de Lamela (51m) e Salas (90m).

O Almeria, com o ex-sportinguista Maximiano na baliza, não conseguiu melhor do que reduzir a diferença, aos 71 minutos, num penálti convertido por Suarez.

Confira a classificação da liga espanhola

 (IMAGENS ELEVEN NA DAZN)

Continue a ler esta notícia

Relacionados