EUA investigam TikTok por espionagem a jornalistas norte-americanas - TVI

EUA investigam TikTok por espionagem a jornalistas norte-americanas

  • Agência Lusa
  • 17 mar 2023, 20:08
TikTok (AP)

As autoridades norte-americanas estão a endurecer a postura em relação à rede social TikTok, por receios de poder ser utilizada para recolher dados que vão parar ao governo chinês

Relacionados

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos está a investigar a empresa chinesa ByteDance, proprietária do TikTok, por espiar duas jornalistas americanas que cobrem o setor de tecnologia, publicaram meios de comunicação norte-americanos.

A primeira a avançar a informação foi a jornalista da revista Forbes, Emily Baker-White, uma das duas cujos dados foram obtidos irregularmente por funcionários da ByteDance, que foram demitidos após a empresa reconhecer o ocorrido, em dezembro de 2022.

Segundo a Forbes, que cita fontes ligadas à investigação, o FBI também tem está a realizar entrevistas sobre o ocorrido, embora não esclareça se as investigações estão relacionadas.

Também o jornal New York Times confirmou esta sexta-feira a investigação do Departamento de Justiça norte-americano, que segundo as suas fontes foi lançada no final do ano passado.

Em dezembro, a empresa chinesa disse em comunicado que condenava "firmemente" as ações dos funcionários e que não trabalhavam mais para a empresa. Além disso, prometeu colaborar com qualquer investigação.

Os funcionários supostamente acederam a dados como endereços IP de jornalistas e vários dos seus contactos enquanto tentavam determinar se houve vazamento de documentos e conversas internas, relata o The New York Times.

A notícia surge numa altura em que as autoridades norte-americanas estão a endurecer a postura em relação à rede social TikTok, por receios de poder ser utilizada para recolher dados que vão parar ao governo chinês.

Em fevereiro, a Casa Branca deu às agências federais dos EUA 30 dias para remover a rede social de todos os dispositivos eletrónicos do governo.

Continue a ler esta notícia

Relacionados