Artur Soares Dias é um dos 19 árbitros do Euro 2024 - TVI

Artur Soares Dias é um dos 19 árbitros do Euro 2024

Artur Soares Dias no V. Guimarães-Estoril (Lusa/Octávio Passos)

Tiago Martins em estreia no VAR

Relacionados

O árbitro português Artur Soares Dias, de 44 anos, é um dos 19 nomeados para o Euro 2024, anunciou a UEFA, esta terça-feira.

Artur Soares Dias vai voltar a estar presente na fase final de um Campeonato da Europa, depois de ter estado no Euro 2020. O também português Tiago Martins estreia-se no videoárbitro (VAR).

João Dias será responsável pelo treino dos árbitros nacionais durante o Europeu.

No âmbito de uma cooperação entre a UEFA e a CONMEBOL, Facundo Tello, árbitro argentino, e dois assistentes, estarão presentes na competição, que se realiza na Alemanha, entre 14 de junho e 14 de julho.

A lista de 19 nomes é composta por:

  • Artur Soares Dias (Portugal)
  • Jesús Gil Manzano (Espanha)
  • Marco Guida (Itália)
  • Istvan Kovacs (Roménia)
  • Ivan Kruzliak (Eslováquia)
  • François Letexier (França)
  • Danny Makkelie (Países Baixos)
  • Szymon Marciniak (Polónia)
  • Halil Umut Meler (Turquia)
  • Glenn Nyberg (Suécia)
  • Michael Oliver (Inglaterra)
  • Daniele Orsato (Itália)
  • Sandro Schärer (Suiça)
  • Daniel Siebert (Alemanha)
  • Anthony Taylor (Inglaterra)
  • Clément Turpin (França)
  • Slavko Vinčić (Eslovénia)
  • Felix Zwayer (Alemanha)
  • Facundo Tello (Argentina)

Depois da nomeação de Artur Soares Dias, o presidente do Conselho de Arbitragem da FPF mostrou-se satisfeito, algo que representa «um fruto do trabalho da arbitragem portuguesa».

«Recebemos com natural satisfação a nomeação, por parte da UEFA, do Artur Soares Dias e dos árbitros assistentes Paulo Soares e Pedro Ribeiro, bem como do videoárbitro Tiago Martins para a fase final do Campeonato da Europa de 2024. Mais do que um importante esforço deste grupo de árbitros, esta nomeação é fruto do trabalho que a arbitragem portuguesa tem vindo a desenvolver dentro e fora do nosso país», destacou José Fontelas Gomes, em declarações à Lusa.

«Mas é também um prémio para todos aqueles que, domingo a domingo, dos distritais aos profissionais, se esforçam por dignificar este setor tão importante para o futebol português, que, mais uma vez, merece o reconhecimento internacional. É igualmente da mais elementar justiça destacar o trabalho de todos aqueles que contribuem para o treino e para a formação, componentes tão importantes para o sucesso dos nossos árbitros», concluiu.

Continue a ler esta notícia

Relacionados