A entrada de Jota e a maior satisfação após o jogo: Martínez explica - TVI

A entrada de Jota e a maior satisfação após o jogo: Martínez explica

  • Vítor Maia
  • Enviado especial ao Euro 2024, em Leipzig
  • 19 jun, 00:01
Roberto Martínez no Portugal-Chéquia (MIGUEL A. LOPES/Lusa)

Selecionador foi questionado pela aposta no avançado do Liverpool em detrimento de Gonçalo Ramos

Relacionados

O selecionador nacional, Roberto Martínez, explicou a opção por Diogo Jota depois de Portugal ter sofrido frente à Chéquia, em detrimento de um avançado de raiz como Gonçalo Ramos.

«O Jota entrou para ocupar o espaço por dentro. O Leão estava por fora e o Cristiano mais perto da área. Era importante ter disciplina. O Jota entrou com uma ideia. O Bernardo ficou a ocupar o espaço por fora e o Cancelo jogou mais por dentro. É importante ter disciplina e utilizar os espaços que queríamos explorar. O Gonçalo Ramos tem outras valências e foi importante utilizar as cinco substituições da forma que fizemos», esclareceu, na sala de imprensa da RB Arena.

O espanhol apontou ainda o que o deixou mais satisfeito após o triunfo frente à seleção checa, na estreia no Euro 2024.

«Fizemos um jogo muito bom e as estatísticas provam-no. A Chéquia só teve um remate e não teve nenhum canto. O facto de termos sido uma equipa satisfaz-me. Fiquei também agradado com a disciplina que mostrámos depois do 1-0. Fomos uma equipa», realçou.
 

Continue a ler esta notícia

Relacionados