Vincenzo Montella justifica saída de Kökcü e elogia Portugal - TVI

Vincenzo Montella justifica saída de Kökcü e elogia Portugal

  • Vítor Maia
  • Enviado especial ao Euro 2024, em Dortmund
  • 22 jun, 20:50
Vincenzo Montella

Médio do Benfica teve problema físico no final da primeira parte. «Jogámos olhos nos olhos contra uma das equipas mais fortes da Europa», salientou o selecionador turco

Relacionados

Montella, selecionador turco, em declarações na sala de imprensa do Signal Iduna Park, após a derrota por 3-0 frente à Turquia, em jogo da segunda jornada do grupo F:

«Começámos muito bem o jogo e criámos ocasiões que não concretizámos. Aos 20 minutos cometemos o primeiro erro e sofremos um golo. Até ao 1-0 o jogo estava equilibrado. O segundo golo foi um azar, acontece. Jogámos olhos nos olhos contra uma das equipas mais fortes da Europa a maioria do tempo. 

Quando se perde, o treinador é o inimigo número um. Quem não joga são sempre os jogadores mais importantes. O Arda Güler fez um jogo ótimo contra a Geórgia, mas ontem disse que ele não estava em condições de jogar mais de meia hora sem aumentar o risco de lesão. É verdade que os grandes jogadores querem jogar sempre. Mas esquecemo-nos que a maioria destes jogadores não está habituada a jogar de três em três dias.

Temos um grupo muito unido. Tenho uma excelente relação com todos os jogadores. O Arda é muito inteligente, adora o seu país, tem orgulho nas suas cores e quis jogar independentemente do risco que corria. Não podemos manchar um grupo de rapazes excecional.»

[Por que razão jogou sem avançado centro]: «O Orkun [Kökcü] teve um problema no final da minha primeira e fiz duas alterações. Estava à espera para colocar outro homem de ataque, mas tivemos nova infelicidade. Durante grande parte do tempo jgámos olhos nos olhos contra uma das equipas mais fortes deste Europeu. Cometemos erros que não podemos cometer e não concretizámos as nossas ocasiões.»
 

Continue a ler esta notícia

Relacionados