Atual presidente é candidato único às eleições no Farense - TVI

Atual presidente é candidato único às eleições no Farense

Estádio São Luís, estádio do Farense (Pedro Lemos para o Maisfutebol)

João Rodrigues apresentou a demissão um ano depois de ter sido eleito para um mandato de quatro anos, mas decidiu recandidatar-se

Presidente do Farense desde 2018, João Rodrigues encabeça a lista única às eleições do clube algarvio na próxima sexta-feira.

O empresário tinha sido reeleito no final do ano passado para um mandato de quatro anos, decidiu apresentar a demissão, mas será recandidato ao cargo.

À agência Lusa, o empresário natural de Faro, de 62 anos, destacou que o clube algarvio continua «numa situação muito difícil» e considerou que os adeptos devem refletir sobre questões muito importantes para o futuro do clube.

João Rodrigues lembrou que o pavilhão e o edifício-sede do Farense foram penhorados já em 2024 por causa de uma dívida antiga à Halcon Viagens e que a venda chegou a estar em hasta pública, num processo que acabou suspenso após o clube ter submetido um pedido de Processo Especial para Acordo de Pagamento (PEAP) num valor de cerca de 7 milhões de euros.

«Queremos chegar a acordo com os credores todos, uma grande parte deles com dívidas que remontam a 20 ou 30 anos. Temos vindo a reduzir a nossa dívida nos últimos anos, temos pagado os valores relativos aos Processos Especiais de Revitalização sem uma única falha, mas esta é uma situação importante, que deve preocupar os nossos já mais de 7.500 sócios», destacou João Rodrigues, que alertou para a urgência de serem realizadas intervenções estruturais no pavilhão.

O presidente do Farense tornou-se acionista da SAD do Farense ainda durante a presidência de António Barão e em 2016 após a descida do clube ao Campeonato de Portugal - então terceiro escalão - adquiriu a maioria daas ações e foi eleito presidente da SAD. Em 2018 assumiu a presidência do clube e foi reeleito em 2021 e em novembro de 2023.

Cristóvão Norte e José Alberto Pereira são recandidatos a presidentes da Assembleia Geral e do Conselho de Fiscalização, respetivamente.

Continue a ler esta notícia