Perigo máximo de incêndio em seis concelhos do distrito de Faro - TVI

Perigo máximo de incêndio em seis concelhos do distrito de Faro

  • Agência Lusa
  • PP
  • 16 abr, 08:39
Incêndios (Lusa/Paulo Cunha)

Segundo o IPMA Monchique, Portimão, Silves, Loulé, Tavira e São Brás de Alportel, no distrito de Faro, são os concelhos que apresentam perigo máximo de incêndio rural

Os concelhos do distrito de Faro apresentam hoje um perigo de incêndio rural entre o elevado o máximo, no dia em que se esperam temperaturas acima dos 30 graus em vários pontos de Portugal continental.

Monchique, Portimão, Silves, Loulé, Tavira e São Brás de Alportel, no distrito de Faro, são os concelhos que apresentam perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Quinze concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Beja, Castelo Branco e Portalegre apresentam um perigo muito elevado.

Com exceção da região do litoral norte de Portugal continental, todos os restantes concelhos estão com um perigo entre o moderado e o elevado.

Para segunda-feira, o IPMA prevê um agravamento do perigo de incêndio.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Na sexta-feira, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil já tinha alertado para o risco muito elevado de incêndio nas regiões Norte, Centro e Algarve nestes dias devido ao tempo quente e seco e avisou que é proibido fazer queimas e queimadas sem autorização.

O IPMA prevê para hoje no continente uma subida da temperatura máxima, sendo acentuada no litoral oeste, e ainda vento por vezes forte nas terras altas.

As temperaturas máximas entre os 22 graus Celsius e os 31 graus Celsius em Setúbal.

Continue a ler esta notícia