FC Porto falhou com as obrigações no clássico na Luz e paga mais de 14 mil euros - TVI

FC Porto falhou com as obrigações no clássico na Luz e paga mais de 14 mil euros

Sérgio Conceição no Benfica-FC Porto (Rodrigo Antunes/Lusa)

Clube foi punido por falhar a flash-interview da BTV e por anunciar a equipa titular demasiado tarde

O FC Porto foi punido com multas que ultrapassam os 14 mil euros, devido ao comportamento da equipa no clássico no Estádio da Luz, que acabou com a vitória encarnada por 1-0.

12.750 euros dizem respeito ao facto do treinador e de um jogador terem falhado a flash-interview da BTV.

«O atleta e o treinador do FC Porto não compareceram respetivamente, ao Super Flash e à Flash Interview. Não foi dada qualquer justificação para esta ausência», diz o mapa de castigos.

«Aos 75 minutos de jogo foram indicados pela BTV os nomes dos 4 atletas do FC Porto escolhidos para que um deles estivesse presente no SuperFlash logo após o final do jogo. Os jogadores escolhidos foram Diogo Costa, David Carmo, Zé Pedro e Varela. O nome dos quatro atletas escolhidos foram dados a conhecer logo de seguida ao Diretor de Imprensa do FC Porto para que indicasse qual o atleta que estaria presente no Superflash. O FC Porto não indicou nenhum atleta para estar presente no Superflash nem deu qualquer justificação para tal ausência.»

Para além disso, o FC Porto foi ainda punido pelo facto de ter anunciado a equipa titular na plataforma da Liga para lá do horário regulamentar. Por isso, foi punido em 1020 euros.

«O FC Porto submeteu a sua equipa na plataforma eliga 17 minutos após a hora exigida pelo Regulamento de Competições, ou seja aos 75 minutos antes do início do jogo. Não foi dada qualquer justificação para tal atraso», esclareceu.

Ora por tudo isto, Sérgio Conceição foi ainda punido com uma multa de 612 euros, enquanto o assessor Rui Cerqueira foi punido em 230 euros.

Continue a ler esta notícia