Pepe: «O título é uma miragem? Para ser honesto, obviamente que sim» - TVI

Pepe: «O título é uma miragem? Para ser honesto, obviamente que sim»

Arouca-FC Porto (JOSE COELHO/LUSA)

Declarações do capitão do FC Porto depois da derrota diante do Arouca (3-2)

Relacionados

Pepe, capitão do FC Porto, em declarações à Sport TV, depois da derrota em casa do Arouca, em jogo da 21.ª jornada da Liga:

- Penso que a gente não entrou bem no jogo, sofremos um golo logo nos primeiros minutos, isso reflete o que se passou durante o jogo. Estávamos avisados para as transições do Arouca, infelizmente a equipa hoje não foi capaz de fazer aquilo que vinha a fazer. Temos de pedir desculpa aos nossos adeptos, eles têm toda a razão pela frustração que estão a sentir neste momento. Nós também sentimos. É doloroso quando perdemos, também temos de dar mérito à equipa adversária. Hoje faltou mais um pouco de todos nós como equipa, por isso há que continuar a trabalhar, há que suar esta camisola, é isso que vamos procurar fazer.

O FC Porto, apesar do empate com o Rio Ave, estava a jogar melhor. Hoje parece que sofreu um revés. Como se explica?

- É difícil encontrar palavras para uma situação destas, é um momento muito delicado para nós. Nós vínhamos jogando bem, já tinha dito que estávamos a fazer um bom futebol. Hoje, sabendo o resultado dos nossos adversários, tínhamos de dar uma resposta muito mais forte, tínhamos de ter entrado muito mais fortes. Não fomos capazes, somos os principais culpados. Há que melhorar, há que olhar um pouco para dentro, cada um de nós, porque os próximos jogos vão ser muito duros e temos de estar à altura deste grande clube que é o FC Porto.

O título começa a ser uma miragem?

- Para ser honesto, obviamente que sim. É muito complicado, mas nunca vamos desistir. Enquanto houver possibilidades, vamos lutar, vamos dar o nosso melhor. Muitas vezes não vamos conseguir, como hoje, mas há que ter o espírito de equipa, o espírito de sacrifício, essa humildade que eu tanto falo dentro de campo para, nos momentos difíceis, ressaltar o individual e podermos conseguir os nossos objetivos.

Continue a ler esta notícia

Relacionados