Villas-Boas: «Não falei com nenhum treinador, Zubizarreta obedece ao perfil desejado» - TVI

Villas-Boas: «Não falei com nenhum treinador, Zubizarreta obedece ao perfil desejado»

André Villas-Boas (JOSE COELHO/LUSA)

Candidato a presidente do FC Porto concedeu entrevista à RTP, onde disse ainda que os dragões estão a caminho da ruína financeira com Pinto da Costa

Relacionados

André Villas-Boas concedeu, esta segunda-feira, uma entrevista à RTP, onde abordou a atualidade do FC Porto a menos de duas semanas das eleições para a presidência do clube azul e branco.

O candidato a presidente dos dragões afirmou que o FC Porto está a caminho da ruína financeira com Pinto da Costa, que tem feito a equipa portista perder capacidade competitiva.

Na mesma entrevista, Villas-Boas garantiu que ainda não falou com nenhum treinador, nem mesmo com Gian Piero Gasperini, técnico da Atalanta, que foi apontado ao banco dos dragões na próxima temporada.

«Gostava de começar por respeitar a palavra do treinador. Sérgio Conceição esteve sempre à parte do processo eleitoral, não é fácil para ele. Em 2020, já era treinador, foi campeão, já aconteceu antes, não é a primeira vez. A diferença é o poder da candidatura da oposição. É a primeira pessoa que vou abordar. Quero perceber por que não foi feita a sua renovação, pode ter a ver com o seu futuro. Vou fazê-lo depois das eleições. Não falei com nenhum treinador, nem com Gasperini», começou por dizer.

À RTP, o antigo treinador do FC Porto abordou a hipótese de Andoni Zubizarreta, com quem trabalhou no Marselha, ser o próximo diretor-desportivo dos azuis e brancos e afirmou que o ex-guarda-redes corresponde ao perfil desejado para o cargo pela sua candidatura.

«Eu tive uma relação de grande amizade com Zubizarreta. Sei bem o que quero para o clube. A formação vai ter papel importante também. Vou confiar em pessoas próximas de mim. É possível, é um anúncio que vou fazer na quinta-feira. Obedece ao perfil desejado», disse.

André Villas-Boas mostrou-se ainda feliz com o apoio de Jorge Costa, antigo capitão do FC Porto, à sua candidatura e rejeitou um possível regresso de Antero Henrique ao Estádio do Dragão.

«O Antero Henrique não tem nada a ver com esta candidatura. Falo com ele, mas não tem impacto estruturante. Foi um dos melhores profissionais com quem trabalhei. É uma pessoa com grande conhecimento e profissionalismo. Não vai ter nenhum papel no FC Porto», concluiu.

Continue a ler esta notícia

Relacionados