Eustáquio: «Se ganharmos ao Barcelona ficamos bem encaminhados» - TVI

Eustáquio: «Se ganharmos ao Barcelona ficamos bem encaminhados»

Médio do FC Porto quer «respeitar o adversário, mas nunca mostrar medo»

Relacionados

Stephen Eustáquio esteve ao lado de Sérgio Conceição esta terça-feira, para fazer a antevisão à receção ao Barcelona, um encontro da segunda jornada do Grupo H da Liga dos Campeões.

O internacional canadiano destacou a importância do encontro com os catalães nas contas do grupo, depois do triunfo na primeira ronda, frente ao Shakhtar.

«Temos máxima motivação para todos os jogos, gostamos de jogar jogos de Champions, mas todos os jogos são importantes. A missão cá dentro é ganhar todos os jogos e é isso que vamos tentar fazer amanhã. Respeitar o adversário, mas nunca mostrar medo. Sinto que se ganharmos o jogo de amanhã vamos bem encaminhados. Mas não podemos esquecer o que aconteceu no ano passado, perdemos os dois primeiros jogos e depois ganhamos os quatro. Vamos focados e jogo a jogo», frisou Eustáquio em conferência de imprensa.

O médio portista assumiu que «o Barcelona dispensa apresentações» e observou que os catalães têm «muita qualidade, são muito fortes individualmente» e jogam com «laterais invertidos», além de «explorarem bem a largura».

Sem Pepe e Marcano, duas das vozes de comando dos dragões, Eustáquio chamou a responsabilidade para si e para os mais jovens.

«Todos os jogadores fazem falta e queremos contar com todos, especialmente com o Marcano e o Pepe, dois jogadores com grande experiência, mas também pelos homens que são e pela qualidade que têm. Os mais novos não têm de se esconder, têm de assumir, jogamos no FC Porto e vamos encontrar dificuldades. Temos de estar unidos para superar as adversidades. Ter mais jogos na Champions permite encontrar soluções mais facilmente, mas mesmo quem chegou agora tem de dar um passo em frente e assumir, porque o que queremos é ganhar», vincou.

Eustáquio revelou ainda que pretende crescer no capítulo da liderança esta temporada. «O objetivo é sempre evoluir. Acredito que o ano passado fiz uma boa época e o objetivo este ano é tentar alcançar esses números e, quem sabe, fazer mais. O objetivo, antes de olhar para o individual, é trabalhar para o coletivo, crescer nessa área da liderança. Como não temos alguns dos nossos jogadores disponíveis, acredito que isso vá depender dos outros e quero dar um passo em frente nesse papel também.»

O FC Porto, diga-se, recebe o Barcelona esta quarta-feira (20h00), no Estádio do Dragão, em jogo da segunda jornada do Grupo H da Liga dos Campeões.

Continue a ler esta notícia

Relacionados