Marcaram alojamento no Booking.com e acabaram a bater à porta de uma família londrina - TVI

Marcaram alojamento no Booking.com e acabaram a bater à porta de uma família londrina

  • CNN Portugal
  • CNC
  • 31 mai 2023, 12:12
Londres. 26 maio 2023. Foto: Alberto Pezzali/NurPhoto via Getty Images

Já não é a primeira vez que turistas, após reservarem uma propriedade no Booking.com, ficam de repente sem um lugar para pernoitar

Relacionados

Karin Arsenius vive em Londres, no Reino Unido, e tem tido turistas que alugaram uma casa no site Booking.com a baterem-lhe à porta por engano. O código postal da sua rua foi utilizado para fazer reservas no site de alojamento e a sua casa é a que aparece assinalada no mapa da reserva.

De acordo com a BBC, no último mês, já apareceram à sua porta mais de vinte visitantes. "Só precisamos que isto acabe de alguma forma", afirma Karin Arsenius, que está a ponderar avançar para uma ação judicial.

A plataforma garante que já removeu o endereço e que entrou em contacto com os afetados para pedir desculpa.

No entanto, Karin teve, a certa altura, de fazer camas na sua sala de estar para três mulheres argentinas que não conseguiram encontrar um local alternativo para passar a noite. "Não tinham para onde ir e tentámos todos os hotéis locais, mas estavam todos lotados."

"Acabámos por dizer, «não nos sentimos à vontade para vos deixar de noite sem solução, por isso vamos fazer umas camas na sala e podem ficar aqui.»".

"Mas nunca deveria ter chegado a esse ponto. Deveria ter sido resolvido, mesmo que a Booking.com esteja desagradada com a situação."

Sabrina Salomé Schneider, uma das turistas afetada, explica que foi um problema, apesar de a família tentar ajudar, mas ainda estão "à espera do dinheiro da Booking.com, uma vez que ainda tivemos de pagar e encontrar um novo alojamento".

De acordo com o Evening Standard, a porta-voz da empresa garante que já entrou em contato com todos os envolvidos devolver o dinheiro.

"Infelizmente, as burlas são uma batalha que muitas indústrias enfrentam contra burlões sem escrúpulos que procuram tirar partido e é algo que estamos a combater ativamente. Temos uma série de medidas de segurança em vigor, mas no caso muito raro de haver um problema com uma propriedade específica, investigamos sempre imediatamente. Podemos confirmar que esta propriedade foi completamente removida do nosso site e que todos os clientes afectados foram contactados por um membro da nossa equipa de apoio ao cliente para pedir desculpa e oferecer todo o apoio necessário em relação a reembolsos, recolocações e taxas adicionais, e, naturalmente, apresentamos as nossas sinceras desculpas ao proprietário", afirmou a porta-voz da empresa.

Esta já não é uma situação nova, várias pessoas já tiveram o mesmo problema.

O ano passado, a CNN Portugal revelou uma fraude idêntica no Booking.com, que apresentava um alojamento no Porto que não era verdadeiro. Saiba quais os cuidados a ter e práticas a evitar para prevenir situações fraudulentas quando marcar as suas férias.

Continue a ler esta notícia

Relacionados

EM DESTAQUE