O ministro das Finanças, Fernando Medina, afirmou, esta terça-feira, que não tinha conhecimento da indemnização de Alexandra Reis após a saída da TAP. A posição foi transmitida à RTP, confirmando uma informação já avançada pela CNN Portugal. 

Ao canal público de televisão, o gabinete de Fernando Medina garantiu que só tomou conhecimento do acordo para a saída de Alexandra Reis da TAP na sequência das notícias sobre os 500 mil euros de indemnização à antiga administradora.

O gabinete de Fernando Medina acrescentou que este não era ministro das Finanças em fevereiro deste ano, quando a TAP e Alexandra Reis negociaram a indemnização.

A RTP enviou também questões para o Ministério das Infraestruturas sobre a polémica, mas até agora o gabinete de Pedro Nuno Santos ainda não respondeu.

A antiga secretária de Estado do Tesouro, Alexandra Reis, recebeu uma indemnização no valor de 500 mil euros por sair antecipadamente do cargo de administradora executiva da companhia aérea portuguesa, quando ainda tinha de cumprir funções durante dois anos.

Meses depois, foi nomeada pelo Governo para a presidência da Navegação Aérea de Portugal (NAV).

CNN Portugal