GNR deteve 14 pessoas e apreendeu droga no Festival Músicas do Mundo em Sines - TVI

GNR deteve 14 pessoas e apreendeu droga no Festival Músicas do Mundo em Sines

  • Agência Lusa
  • WL
  • 31 jul 2023, 18:26
GNR (LUSA)

Festival decorreu entre 22 e 29 de julho

A GNR deteve 14 pessoas, a maioria por tráfico de droga, e apreendeu vários tipos de estupefacientes durante uma operação de policiamento e segurança no Festival Músicas do Mundo (FMM), no concelho de Sines (Setúbal), foi hoje divulgado.

Em comunicado, o Comando Territorial de Setúbal da GNR revelou que durante o festival, que decorreu entre os dias 22 e 29, no concelho de Sines, foram detidas 14 pessoas, entre os 20 e os 46 anos, 11 das quais por tráfico de estupefacientes.

Fonte da GNR adiantou à Lusa que foi ainda detida uma pessoa por resistência e coação, outra por desobediência e outra por condução sem habilitação legal.

Na operação, que contou com um total de 354 militares de várias valências operacionais da GNR, foram apreendidas 2.902 doses de haxixe, 115 doses de MDM, 71 doses de liamba, 69 doses de cocaína e 12 doses de LSD, um machado e 6.550 euros em numerário.

Durante a operação de segurança montada pela GNR nos dias em que decorreu o festival de música, em Porto Covo e Sines, foram igualmente “detetadas 82 infrações, 22 das quais de âmbito rodoviário e 60 por consumo de estupefacientes”.

Segundo a GNR, a operação teve como objetivo prevenir e detetar possíveis ilícitos criminais, além de controlar, localizar e prevenir ocorrências relacionadas com posse de armas, tendo os militares efetuado ações de fiscalização em vários locais.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Santiago do Cacém.

A operação contou com o reforço dos Destacamentos de Intervenção e de Trânsito do Comando Territorial de Setúbal, dos Destacamentos Territoriais de Grândola e Montijo e do Grupo de Intervenção Cinotécnico da Unidade de Intervenção.

A 23.ª edição do festival contou com 47 concertos e várias atividades paralelas.

Pela edição deste ano do FMM Sines passaram nomes como Expresso Transatlântico, Carminho e A Garota Não, todos de Portugal, Lila Downs (México), Nneka (Nigéria), Rodrigo Cuevas (Espanha), Tinariwen (Povo Tuaregue/Mali), Chico César (Brasil), Tabanka Djaz (Guiné-Bissau) e Tubarões (Cabo Verde).

Continue a ler esta notícia