Governo garante concurso para cobertura integral de fibra ótica ainda este ano - TVI

Governo garante concurso para cobertura integral de fibra ótica ainda este ano

  • Agência Lusa
  • MJC
  • 6 set 2023, 22:05
Fibra ótica (AP)

“O concurso permitirá cobrir com fibra ótica todas as zonas cinzentas que subsistem no território nacional e, finalmente, possamos cumprir algo que é de elementar justiça para colocar todos os territórios em pé de igualdade, pelo menos nas estradas da sociedade de informação”, afirmou Ana Abrunhosa

Relacionados

A ministra da Coesão Territorial garantiu que até final do ano o Governo vai lançar o concurso público internacional para cobrir de fibra ótica as zonas cinzentas do território nacional.

Em Arganil, no interior do distrito de Coimbra, Ana Abrunhosa reconheceu que Portugal é um país “a várias velocidades” na conectividade digital, mas que o Governo está a trabalhar para resolver o problema, que afeta muitas zonas do país, sobretudo os de baixa densidade.

A governante, que falava aos jornalistas durante a inauguração da 40.ª FICABEIRA – Feira Industrial, Comercial e Agrícola da Beira Serra e Feira do Mont’Alto 2023, revelou que o seu ministério está a trabalhar há dois anos com a ANACOM - Autoridade Nacional de Comunicações, o ministério das Infraestruturas e as operadoras “para que, muito em breve, mal a Comissão Europeia autorize, lance o concurso público internacional, que rondará os 350 milhões de euros”.

“O concurso permitirá cobrir com fibra ótica todas as zonas cinzentas que subsistem no território nacional e, finalmente, possamos cumprir algo que é de elementar justiça para colocar todos os territórios em pé de igualdade, pelo menos nas estradas da sociedade de informação”, sublinhou.

A ministra da Coesão Territorial revelou que o seu ministério recebeu hoje, da Comissão Europeia, “a boa notícia” que pode submeter o pedido formal, um procedimento obrigatório pelo facto de o projeto ser apoiado por fundos comunitários e o Governo português financiar as empresas, que nos territórios de interior não têm interesse em colocar a fibra ótica.

“Há um período que já vai em quase oito meses de negociações informais com a Comissão Europeia que, quando terminarem, dará sinal verde para efetuarmos a submissão formal do pedido [para lançamento do concurso]”, disse.

Segundo Ana Abrunhosa, o ministério está a verificar “se está tudo em condições para ser submetido o pedido formal à Comissão Europeia, que agora terá todas as condições para analisar rapidamente” e autorizar o lançamento do concurso público internacional ainda este ano.

A governante salientou que o Governo tem já garantidas as verbas e preparado o caderno de encargos e o consórcio das comissões de coordenação e desenvolvimento regional do território nacional para lançar o concurso.

Continue a ler esta notícia

Relacionados