Ambulância de Foz Côa parada este domingo por falta de tripulação - TVI

Ambulância de Foz Côa parada este domingo por falta de tripulação

  • Agência Lusa
  • BC
  • 16 jul 2023, 14:08
Emergência

Faltam técnicos de emergência pré-hospitalar. Ambulância parada das 08:00 às 20:00

A ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Foz Côa, distrito da Guarda, está parada desde 08:00 e até às 20:00 deste domingo devido à falta de técnicos de emergência pré-hospitalar, disse à Lusa fonte sindical.

“Em 13 anos de funcionamento desta ambulância SIV, é a segunda vez que a mesma fica parada devido à falta de técnicos de emergência pré-hospitalar”, apontou o presidente do Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (STEPH), Rui Lázaro.

O dirigente sindical acrescentou ainda “que esta paragem da SIV de Foz Côa é também uma consequência da greve em vigor dos técnicos de emergência médica que o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) ainda não se propôs resolver”.

Rui Lázaro lembrou que na última paragem deste meio diferenciado de socorro, que aconteceu em 09 de novembro de 2022, um homem de 73 anos teve uma paragem cardíaca, em Castelo Melhor, no concelho de Foz Côa, e acabou por ser privado dos cuidados médicos prestados pela tripulação deste tipo de ambulância SIV.

“Nessa altura, a ambulância estava igualmente parada por falta de técnicos e o senhor não teve os cuidados diferenciados que são prestados por este meio de socorro, e só os veio a receber no Serviço de Urgência Básica de Foz Côa”, frisou o presidente do STEPH.

A ambulância SIV do INEM estacionada na SUB do Centro de Saúde de Foz Côa serve seis concelhos, entre os quais Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, e Foz Côa, Meda e Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, a que se junta o concelho de São João da Pesqueira, já no distrito de Viseu.

 

FYP // FPA

Continue a ler esta notícia