O cadáver de uma criança de 12 anos foi encontrado, na noite de sexta-feira, enrolado em tecido dentro de um baú em Paris, França. A informação foi avançada pelo jornalista independente Clément Lanot, entretanto confirmada pela restante comunicação social francesa. 

De acordo com o Libération, o Ministério Público parisiense já abriu uma investigação ao caso e existem, até ao momento, pelo menos seis pessoas sob custódia policial. 

A autópsia, realizada no sábado, apontou para uma morte por asfixia. No entanto, a BFMTV revelou que o rosto tinha fita adesiva, o corpo estava com as mãos e os pés atados e apresentava vários ferimentos, principalmente na zona do pescoço. Existem fortes suspeitas de que a menina tenha sido degolada. 

O corpo da criança foi encontrado por um morador por volta das 23:00 horas (horas locais), que ligou às autoridades a dizer que estava um cadáver no interior de uma caixa opaca no pátio do prédio. A vítima tinha sido dada como desaparecida pelo pai desde a tarde de sexta-feira, depois de não ter regressado a casa depois das aulas.

O Le Parisien explica que foram "encontrados elementos na cave do prédio" onde a família mora que rapidamente levaram as autoridades a suspeitar da existência de crime. Uma dessas pistas era um rolo de fita adesiva que estava no estacionamento da residência. Para as autoridades, isso pode indicar que houve um sequestro.

A polícia também analisou as câmaras de vídeovigilância e repararam numa mulher que passou em frente à residência a carregar uma mala com alguma dificuldade, provavelmente, por estar pesada. É uma das suspeitas que está detida. 

Cláudia Évora