Futsal: CJ da FPF nega ao Benfica pedido de repetição da final da Taça - TVI

Futsal: CJ da FPF nega ao Benfica pedido de repetição da final da Taça

Benfica-Sporting, final da Taça da Liga de futsal (LUSA)

Organismo entende que a equipa de arbitragem não incorreu em qualquer erro relevante para que o jogo fosse protestado

Relacionados

O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol negou dar provimento ao protesto do Benfica sobre a final da Taça da Liga de futsal.

Recorde-se que o clube encarnado pediu a repetição do jogo após uma entrada de Taynan em campo quando o jogador do Sporting estava fora da quadra.

«A equipa de arbitragem do jogo protestado não incorreu em qualquer erro de arbitragem relevante para efeitos de procedência do protesto do jogo, pelo que não resta senão considerar improcedente a pretensão do clube protestante», resumiu o CJ.

No momento em que Taynan invadiu o terreno de jogo e cortou uma jogada do Benfica, o Sporting vencia por 3-2. Os leões acabariam por impor-se por 4-2 e conquistar a Taça da Liga.

As águias consideraram ainda que o jogador do Sporting devia ter sido punido com o cartão vermelho direto e não com o amarelo. Sobre essa decisão da equipa de arbitragem, o Conselho de Justiça considerou que não podia atuar e, por isso, era «irrecorrível».

Continue a ler esta notícia

Relacionados