Estes são os deputados portugueses eleitos para a Europa - TVI

Estes são os deputados portugueses eleitos para a Europa

  • TVI
  • Lusa, LS
  • 9 jun, 22:37
União Europeia [Reuters]

EM ATUALIZAÇÃO Partido a partido, estes são os portugueses que vão para a Europa. Para a maioria, será uma estreia

Dos 21 deputados portugueses hoje eleitos há jovens, antigos ministros, presidentes de câmaras e ex-líderes parlamentares, mas a maioria estreia-se no Parlamento Europeu.

A cabeça-de-lista do PS, Marta Temido, tem 50 anos e é natural de Coimbra. É doutorada em Saúde Internacional e desempenhou o cargo de ministra da Saúde nos XXI, XXII e XXIII Governo Constitucional (2018-2022). A vigência das suas funções coincidiu com o surgimento e combate à pandemia da covid-19.

Francisco Assis tem 59 anos e é natural da cidade de Amarante. Professor universitário e político, o atual deputado socialista na Assembleia da República regressa ao Parlamento Europeu, onde já exerceu o cargo de eurodeputado entre 2004 e 2009. Desempenhou ainda o cargo de presidente da Câmara Municipal de Amarante entre 1989 e 1995.

Ana Catarina Mendes é natural de Lisboa e tem 51 anos. Desempenhou o cargo Ministra- Adjunta e dos Assuntos Parlamentares no XXIII Governo Constitucional, liderado por António Costa. Entre 2015 e 2019 foi secretária-geral adjunta do PS.

Mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade do Minho, Bruno Gonçalves tem 27 anos e nasceu na cidade de Braga. Foi líder da Juventude Socialista e de Braga e é o atual secretário-geral dos jovens da Internacional Socialista.

Licenciado em Direito, André Rodrigues foi o candidato indicado pelos Açores para a lista nacional do PS às eleições Europeias. O socialista de 47 anos é deputado na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS.

Carla Tavares tem 53 anos e é presidente da Câmara Municipal da Amadora desde 2013 e da Área Metropolitana de Lisboa desde 2021. Foi deputada da Assembleia da República na VIII legislatura entre 1999 e 2022.

Isilda Gomes é natural do distrito da Guarda e presidente da Câmara Municipal de Portimão desde 2013. A socialista, de 73 anos, preside igualmente a Associação Nacional de Autarcas Socialistas e a Comissão de Recursos Naturais do Comité das Regiões. Entre 2007 e 2011 desempenhou o cargo de Governadora Civil do Distrito de Faro.

Sérgio Gonçalves tem 45 anos e é licenciado em economia e mestre em Gestão Internacional. É desde 2019 deputado do PS na Assembleia Legislativa da Madeira. Foi presidente do PS-Madeira.

Aliança Democrática elegeu sete deputados

O cabeça de lista da AD, Sebastião Bugalho, de 28 anos, foi aluno do curso de Ciência Política, no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica. Em 2019 concorreu como independente nas listas de candidatos a deputados do CDS-PP às europeias. Foi comentador televisivo e colunista.

Ana Miguel Pedro, de 35 anos, é vogal da Comissão Política Nacional do CDS-PP. Mestre em Direito e Ciências Económicas pela Faculdade de Direito da Universidade do Porto, Ana Miguel Pedro foi assessora do CDS-PP no Parlamento Europeu.

Paulo Cunha nasceu em agosto de 1971 e é licenciado em Direito pela Universidade Lusíada no Porto. Natural de Vila Nova de Famalicão, município que presidiu entre 2013 e 2021, Paulo Cunha assume, desde julho, o cargo de vice-presidente do PSD.

Helder Sousa Silva, de 59 anos, é presidente da Câmara Municipal de Mafra. Natural do concelho que lidera, é também vice-presidente do Conselho Metropolitano de Lisboa.

Lídia Pereira, de 31 anos e natural de Coimbra, foi ‘número dois’ do PSD nas eleições europeias de 2019. Em abril, foi eleita por unanimidade para a vice-presidência do grupo parlamentar do Partido Popular Europeu (PPE), ocupando o cargo desempenhado por Paulo Rangel.

Sérgio Humberto nasceu em novembro de 1975 na Trofa, concelho que lidera desde 2013. Foi deputado na Assembleia da República, no XII Governo, e é desde setembro de 2022 presidente da distrital do Porto do PSD.

Paulo Nascimento Cabral, de 51 anos, é conselheiro dos Açores e Energia na REPER – Representação Permanente de Portugal na União Europeia. Já exerceu funções de assessoria e chefia do gabinete dos eurodeputados do PSD no Parlamento Europeu.

Chega elegeu pela primeira vez dois deputados

O cabeça de lista do Chega, António Tânger Corrêa, tem 72 anos e é natural de Lisboa. Desempenhou cargos diplomáticos durante 40 anos, tendo sido cônsul-geral de Portugal em Goa e no Rio de Janeiro, embaixador de Portugal na Bósnia, Sérvia, Israel, Egito, Qatar, Lituânia e primeiro secretário da embaixada portuguesa em Pequim. Atualmente, desempenha as funções de primeiro vice-presidente da direção nacional do Chega.

O antigo social-democrata, Tiago Moreira de Sá, nasceu em Lisboa há 53 anos e é professor na Universidade Nova de Lisboa e investigador no Instituto Português de Relações Internacionais. Desempenhou o cargo de deputado na Assembleia da República na XV legislatura (2022)

Iniciativa Liberal elegeu pela primeira vez dois deputados

O cabeça de lista da IL, João Cotrim de Figueiredo, de 62 anos, foi o primeiro deputado eleito pela IL na Assembleia da República em 2019. Natural de Lisboa, Cotrim de Figueiredo foi reeleito nas eleições legislativas de 2022 tendo, entre 2019 e 2023, assumido a presidência da IL.

Ana Martins, natural dos Açores, mas a residir em Lisboa, é formada em Direito e especializada em Ciência Política. Em 2019, integrou como independente o quarto lugar da lista da IL nas eleições para o Parlamento Europeu e foi, já como membro do partido, cabeça de lista pelo Açores nas eleições legislativas nacionais.

Bloco de Esquerda elegeu Catarina Martins

A cabeça de lista do BE, Catarina Martins é natural do Porto e tem 50 anos. Foi coordenadora nacional do Bloco de Esquerda entre 2012 e 2023, bem como deputada da Assembleia da República entre 2009 e 2023.

CDU elegeu João Oliveira

O cabeça de lista da CDU, João Oliveira, de 44 anos, foi deputado entre a X e a XIV Legislaturas. Natural de Évora e licenciado em Direito, foi líder parlamentar do PCP entre 2013 e 2022.

 

Continue a ler esta notícia