Lucros de dona da Google descem até março com perda consecutiva em receitas publicitárias - TVI

Lucros de dona da Google descem até março com perda consecutiva em receitas publicitárias

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 25 abr 2023, 22:43
Google (AP Photo/Alastair Grant, File)

As receitas publicitárias do Youtube caíram de 6.869 para 6.693 milhões de dólares (6.100 milhões de euros), enquanto as da Google passaram de 54.661 para 54.548 milhões de dólares (49.721 milhões de euros)

Os lucros da Alphabet, dona da Google, caíram no primeiro trimestre de 16.436 para 15.051 milhões de dólares (13.715 milhões de euros), face ao homólogo de 2022, com quebra consecutiva nas receitas publicitárias, anunciou esta terça-feira a empresa.

Apesar de as receitas totais da Alphabet terem subido nos primeiros três meses do ano, em relação ao período homólogo de 2022, as vendas de publicidade da Google representaram uma quebra ligeira por comparação há um ano, como notou a Associated Press, que assinalou o facto de esta quebra acontecer depois uma outra descida, nos últimos três meses de 2022.

No Wall Street Journal pode ler-se que esta quebra nas receitas publicitárias da Google é a terceira desde a entrada em bolsa, em 2004.

As receitas publicitárias do Youtube caíram de 6.869 para 6.693 milhões de dólares (6.100 milhões de euros), enquanto as da Google passaram de 54.661 para 54.548 milhões de dólares (49.721 milhões de euros), segundo o comunicado da empresa enviado ao mercado.

No mesmo texto, a empresa liderada por Sundar Pichai revelou um processo de recompra de ações no valor de 70 mil milhões de dólares.

“Como anunciado no dia 20 de abril de 2023, estamos a juntar parte da Google Research e DeepMind para acelerar de forma significativa o nosso progresso em [Inteligência Artificial]. Esta mudança não afeta os resultados do primeiro trimestre”, pode ler-se no mesmo documento da Alphabet, sobre os avanços que a empresa pretende fazer no campo da IA.

Continue a ler esta notícia