O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta quarta-feira que vai estar várias vezes com o Pedro Nuno Santos, quando questionado pelos jornalistas sobre o pedido de saída do ministro cessante do Secretariado Nacional do PS.

No final das declarações sobre as novas residências universitárias da Universidade de Lisboa, cujas obras visitou esta tarde no âmbito do Roteiro PRR, António Costa escusou-se a responder a perguntas dos jornalistas sobre a atualidade política, abrindo uma exceção quando lhe perguntaram se iria ter saudades de Pedro Nuno Santos no Secretariado Nacional do PS.

“Vou estar tantas vezes com o Pedro Nuno Santos!”, respondeu apenas, seguindo o seu percurso para sair do estaleiro das obras.

António Costa estará pelas 18:00 no Palácio de Belém na tomada de posse dos novos membros XXIII Governo Constitucional.

O ministro cessante Pedro Nuno Santos pediu para sair do Secretariado Nacional do PS e vai requerer a suspensão de mandato do seu lugar de deputado no Grupo Parlamentar socialista por 30 dias.

Estas duas decisões de Pedro Nuno Santos, que foi substituído no Governo nas suas pastas ministeriais por João Galamba (Infraestruturas) e Marina Gonçalves (Habitação), foram confirmadas à CNN Portugal.

Cabeça de lista socialista por Aveiro nas últimas eleições legislativas e apontado com um dos potenciais candidatos à sucessão de António Costa na liderança do PS, Pedro Nuno Santos demitiu-se do Governo na passada quarta-feira à noite para “assumir a responsabilidade política” do caso da indemnização de 500 mil euros paga pela TAP à ex-secretária de Estado do Tesouro Alexandra Reis.

A demissão de Pedro Nuno Santos foi a terceira ocorrida no Governo na última semana de dezembro e a décima a atingir um membro do executivo socialista de maioria absoluta.

/ AG