Entre a música e a guerra. Cidade natal dos participantes da Eurovisão atacada antes e durante a final de Liverpool - TVI

Entre a música e a guerra. Cidade natal dos participantes da Eurovisão atacada antes e durante a final de Liverpool

  • CNN Portugal
  • MM
  • 14 mai 2023, 11:55

Autoridades de Ternopil confirmam que pelo menos duas pessoas ficaram feridas e vários edifícios ficaram danificados

Ternopil, a cidade natal do duo que atuou ontem no festival da Eurovisão, foi atacada antes e durante a atuação dos Tvorchi, em Liverpool. As autoridades da cidade confirmam que pelo menos duas pessoas ficaram feridas e há vários edifícios danificados.

O próprio ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia acusou a Rússia de atacar Kyiv e Ternopil durante a final do Festival da Eurovisão, avança a BBC.

A dupla de músicos que levou a Liverpool a canção “Heart of Steel" publicou nas stories do Instagram, momentos antes de subir ao palco, que a cidade estava a ser atacada. Depois da atuação, numa publicação na mesma rede social escreviam: “Ternopil é o nome da nossa cidade, que foi bombardeada pela Rússia enquanto cantávamos no palco da Eurovisão sobre os nossos corações de aço, indomabilidade e querer. Esta é uma mensagem para todas as cidades da Ucrânia que são atacadas todos os dias. Kharkiv, Dnipro, Khmelnytsky, Kyiv, Zaporizhzhia, Uman, Sumy, Poltava, Vinnytsia, Odesa, Mykolaiv, Chernihiv, Kherson e todas as outras. A Europa está unida contra o mal e na procura da paz!”

Os Tvorchi, de Andrii Hutsuliak e Jeffery Kenny (natural da Nigéria), defenderam as cores da Ucrânia, que tinha vencido o festival em 2022. A canção “Heart of Steel" fala dos militares que travaram a batalha contra as forças russas, no complexo industrial de Azovstal, em Mariupol.

Continue a ler esta notícia