NATO eleva estado de alerta após "manobras agressivas e perigosas" de caça russo - TVI

NATO eleva estado de alerta após "manobras agressivas e perigosas" de caça russo

Avião de combate russo Su-35 (DR: Força Aérea russa)

Avião russo passou a apenas cinco metros de um caça polaco que patrulhava a fronteira da NATO

As unidades de vigilância da NATO foram colocadas em estado de alerta elevado depois de um caça russo ter passado perto de um avião polaco que estava a patrulhar a região fronteiriça.

O avião polaco estava ao serviço da agência fronteiriça europeia, Frontex, e patrulhava a fronteira da NATO perto da Roménia, a cerca de 60 quilómetros do seu espaço aéreo.

"Os destacamentos de policiamento aéreo da NATO foram colocados em alto estado de alerta em resposta a um comportamento perigoso de um avião militar russo na vizinhança de uma aeronave polaca da Frontex ao largo do Mar Negro, perto da Roménia", revelou à agência Reuters fonte ligada ao caso.

Polónia e Roménia já tinham avançado este domingo que um caça polaco ao serviço da Frontex tinha evitado por pouco uma colisão com uma aeronave russa.

A porta-voz da guarda fronteiriça europeia referiu que o SU-35 russo realizou “manobras agressivas e perigosas” na aproximação ao caça polaco, ignorando a distância de segurança, o que levou a turbulência, perda de altitude e perda temporária do controlo do caça da Polónia.

“O caça russo voou mesmo à frente do nariz do avião polaco, atravessando a trajetória a uma distância perigosa, estimada pela tripulação em apenas cinco metros”, acrescentou Anna Michalska.

Depois de três aproximações, o caça russo acabou por abandonar o local, sendo que o Ministério da Defesa da Roménia classificou o caso como inaceitável.

“O incidente é mais uma prova da aproximação provocadora da Federação Russa no Mar Negro”, referiu o governo romeno.

De imediato foram destacados quatro aviões, dois da Força Aérea da Roménia e dois da Força Aérea de Espanha, mas a sua intervenção acabou por não ser necessária.

Continue a ler esta notícia