NATO: Ministros da Defesa oficializam coligação para treino de pilotos ucranianos F-16 - TVI

NATO: Ministros da Defesa oficializam coligação para treino de pilotos ucranianos F-16

  • Agência Lusa
  • 11 jul 2023, 17:58
Caças F-16 norte-americanos em exercício da NATO na Europa (Foto: Ronald Wittek/EPA)

Assinaram Portugal, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Luxemburgo, Países Baixos, Noruega, Polónia, Roménia, Suécia e Reino Unido.

Os ministros da Defesa de 11 países da NATO, incluindo Portugal, assinaram hoje a declaração que cria uma coligação para formar pilotos e técnicos ucranianos de caças F-16.

Esta declaração política foi assinada por Portugal, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Luxemburgo, Países Baixos, Noruega, Polónia, Roménia, Suécia e Reino Unido, que “partilham a convicção de que o apoio continuado à Ucrânia é de extrema importância” face à agressão da Rússia.

“As partes acordam que, de forma a assistir a Ucrânia na defesa do seu espaço aéreo, vão estabelecer uma coligação conjunta de treino da Força Aérea ucraniana para a operação e manutenção de caças F-16, de acordo com as autorizações necessárias e a possibilidade de incluir outros tipos de aeronaves de combate numa fase posterior”, lê-se na declaração à qual a Lusa teve acesso.

Todo o treino será feito fora do território da Ucrânia.

Continue a ler esta notícia