São raras as ocasiões em que o presidente russo se mostra visivelmente irritado, mas, esta quarta-feira, um desses momentos ocorreu.

Durante uma reunião com responsáveis governamentais, Vladimir Putin queixou-se aos subordinados de que algumas empresas ainda não tinham conseguido contratos para a construção de novas aeronaves. Denis Manturov, vice-primeiro-ministro russo, respondeu rapidamente, garantindo que há projetos a decorrer nessa área, ao que Putin respondeu que “estavam a demorar muito tempo”.

Após reafirmar que há empresas sem contratos para 2023, Vladimir Putin foi novamente corrigido por Manturov, também ministro do Comércio e Indústria, que assegurou que todas as empresas têm contratos para este ano e que esta informação tinha sido confirmada pelo Ministério da Defesa. Os dois continuaram a acesa troca de palavras e, após um terceiro reparo de Manturov, o chefe de Estado russo reagiu de forma intempestiva.

"Vamos terminar isto, qual é o objetivo de estar aqui a discutir contigo? Os diretores disseram-me [não há contratos]. A sério, porque é que estás a fazer-te de parvo?", atirou Putin, citado pelo Daily Beast, pedindo ao vice-primeiro-ministro para concluir o trabalho nesta área no prazo de um mês.

CNN Portugal / PF