"Se não recebermos a ajuda, vamos perder a guerra": o que Zelensky disse aos congressistas americanos - TVI

"Se não recebermos a ajuda, vamos perder a guerra": o que Zelensky disse aos congressistas americanos

  • CNN Portugal
  • PF
  • 21 set 2023, 18:30
Volodymyr Zelensky com Mitch McConnell (esquerda) e Chuck Schumer (direita) (AP)

Para esta quinta-feira está também previsto um encontro entre os presidentes da Ucrânia e dos Estados Unidos na Casa Branca

Relacionados

Volodymyr Zelensky deslocou-se esta quinta-feira ao Capitólio, onde se encontrou com membros da Câmara dos Representantes e do Senado dos Estados Unidos.

A deslocação do presidente ucraniano é de particular importância, uma vez que há uma crescente tendência no Partido Republicano para apoiar o corte do financiamento da Ucrânia.

Após a primeira reunião, com membros da Câmara dos Representantes, o líder da câmara baixa do Congresso, o republicano Kevin McCarthy, que se tem mostrado cético em relação à continuação do apoio militar a Kiev, detalhou um pouco da conversa que teve com o chefe de Estado ucraniano.

Zelensky informou o responsável político que a Ucrânia necessita de aviões de combate e de artilharia de longo alcance capaz de atingir posições na Crimeia ocupada.

McCarthy afirmou aos jornalistas que os Estados Unidos “não enviariam as suas tropas para combate" nas condições em que a Ucrânia manda os seus combatentes, sem apoio aéreo.

Após esta reunião, Zelensky teve novo encontro, desta vez com os membros do Senado. À saída, agradeceu aos senadores pelo apoio prestado.

"Estamos gratos a vós, aos jornalistas, aos senadores e a todos os outros por nos terem ajudado. Tivemos uma conversa muito detalhada e um grande diálogo", disse Zelensky, sem contar mais pormenores.

Também Chuck Schumer, líder da maioria democrata no Senado, falou sobre a reunião à imprensa, explicando que Zelensky alertou os congressistas para os perigos da interrupção do financiamento.

"Há uma única frase que resume tudo, e estou a citá-lo textualmente, o Sr. Zelensky disse: 'se não recebermos a ajuda, vamos perder a guerra'. É uma citação dele", contou Schumer, citado pela CNN Internacional.

Zelensky deslocou-se posteriormente ao Pentágono, onde se encontrou com Lloyd Austin, secretário de Estado da Defesa dos Estados Unidos. Para esta quinta-feira está também previsto um encontro com o presidente Joe Biden na Casa Branca.

Continue a ler esta notícia

Relacionados