Ucrânia diz ter desembarcado tropas na costa da Crimeia ocupada. E hasteou a bandeira nacional - TVI

Ucrânia diz ter desembarcado tropas na costa da Crimeia ocupada. E hasteou a bandeira nacional

  • CNN
  • Tim Lister e Olga Voitovych
  • 24 ago 2023, 14:49
Imagens fornecidas pela Ucrânia pretendem mostrar forças especiais ucranianas a disparar contra aviões russos a partir de um barco perto da Crimeia

Área contém extensas defesas aéreas e instalações de mísseis, incluindo sistemas avançados. Albergará também um regimento russo de engenharia de rádio e sistemas de radar sofisticados.

Relacionados

As forças ucranianas levaram a cabo as suas operações mais complexas e ambiciosas até à data contra as instalações militares russas na região ocupada da Crimeia, afirmaram as autoridades de Kiev.

As forças especiais desembarcaram na costa ocidental da Crimeia, perto das povoações de Olenivka e Mayak, numa operação conjunta com a Marinha do país, de acordo com os serviços secretos de defesa ucranianos.

"Durante a execução da operação, os defensores ucranianos entraram em confronto com as unidades do ocupante. Como resultado, o inimigo sofreu perdas entre o seu pessoal e foi destruído o equipamento inimigo", disse a agência de inteligência.

Durante a sua presença, a unidade ucraniana também hasteou a bandeira nacional, acrescentou.

As autoridades nomeadas pela Rússia na Crimeia, a península ucraniana ocupada ilegalmente pelas forças de Moscovo desde 2014, não responderam às alegações.

A área contém extensas defesas aéreas e instalações de mísseis, incluindo sistemas avançados. Os ucranianos disseram na quarta-feira que tinham destruído uma bateria de defesa antimíssil S-400 na zona.

Diz-se que Mayak alberga um regimento russo de engenharia de rádio e sistemas de radar sofisticados.

Contas não oficiais das redes sociais russas falaram de disparos perto de um parque de campismo no Cabo Tarkhankut - o ponto mais ocidental da Crimeia - antes da madrugada de quinta-feira. Um canal disse que o primeiro tiroteio começou pouco antes das 4 da manhã.

"Quando as pessoas acordaram e saíram das casas e tendas para a praia, viram dois barcos de borracha não muito longe da costa. Neles estavam 10 homens não identificados. Um deles disparou contra o parque de campismo", segundo o canal de Telegram SHOT.

De acordo com algumas fontes, um grupo ucraniano de sabotagem e reconhecimento desembarcou na zona do Cabo Tarkhankut, bombardeou o parque de campismo à beira-mar e fugiu em direção a Odessa.

Um canal de Telegram associado a uma unidade militar da autodeclarada República Popular de Donetsk também relatou os confrontos.

O 105.º Regimento da milícia de Donetsk disse que quatro barcos de motor ligeiro com sabotadores ucranianos foram destruídos perto do Cabo Tarkhankut. "As forças de segurança russas liquidaram a sabotagem e o reconhecimento no mar por volta das quatro da manhã. De acordo com dados preliminares, cerca de 15 a 20 pessoas foram liquidadas", afirmou.

Os serviços secretos da Defesa ucraniana divulgaram vários vídeos que mostram insufláveis ucranianos perto da costa da Crimeia, na escuridão.

Surgiu também um vídeo de barcos insufláveis ucranianos a disparar um míssil antiaéreo contra um jato russo. O Ministério da Defesa russo divulgou um vídeo da cabina de pilotagem que mostra um caça a disparar contra os barcos.

Continue a ler esta notícia

Relacionados