Piloto de helicóptero envolvido em acidente em Mourão condenado com pena suspensa - TVI

Piloto de helicóptero envolvido em acidente em Mourão condenado com pena suspensa

  • Agência Lusa
  • NM
  • 7 fev, 13:15
Helicóptero no combate a incêndios (Miguel Pereira Da Silva/ Lusa)

Acidente ocorreu em agosto de 2018 durante o combate a um incêndio rural em que ficaram queimados três militares da GNR

Relacionados

O Tribunal de Évora condenou esta quarta-feira a três anos de prisão com pena suspensa o piloto do helicóptero envolvido num acidente ocorrido durante o combate a um incêndio rural em que ficaram queimados três militares da GNR.

Na leitura do acórdão, a presidente do coletivo que julgou o caso referiu que o tribunal deu como provados três crimes de ofensas à integridade física grave por negligência de que o arguido estava acusado pelo Ministério Público (MP).

O piloto da aeronave foi condenado, em cúmulo jurídico, a uma pena única de três anos de prisão suspensa por igual período, indicou a magistrada.

Ocorrido no dia 27 de agosto de 2018, o incêndio rural deflagrou por volta das 16:30 no Monte do Canhão, no concelho de Mourão, distrito de Évora.

Continue a ler esta notícia

Relacionados