Centro Hospitalar Lisboa Central sem diretor clinico há quase dois meses - TVI

Centro Hospitalar Lisboa Central sem diretor clinico há quase dois meses

  • Agência Lusa
  • MM
  • 22 ago 2023, 16:06
Hospital Santa Maria (Lusa/Tiago Petinga)

Pedro Soares Branco foi nomeado em agosto de 2020 e deixou o cargo apesar não haver substituto nomeado

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central (CHULC) está a funcionar sem diretor clínico há quase dois meses, depois da saída de Pedro Soares Branco, confirmou à Lusa o Sindicato Independente dos Médicos (SIM).

Em declarações à Lusa, o presidente do SIM, Jorge Roque da Cunha, confirmou que o CHULC, que integra os hospitais de São José, Santo António dos Capuchos, Santa Marta, Dona Estefânia, Curry Cabral e a Maternidade Alfredo da Costa, está sem diretor clínico, depois de no início de julho, o Ministério da Saúde ter informado estar em curso a substituição do médico Pedro Soares Branco que tinha assumido o cargo em 2020.

A Lusa questionou o Ministério da Saúde sobre a situação no CHULC, tendo o Ministério remetido o assunto para a Direção Executiva do SNS (DE-SNS). A Lusa aguarda resposta da DE-SNS.

Jorge Roque da Cunha disse esta terça-feira à Lusa que, entretanto, foram nomeados dois adjuntos da direção, mas alertou que “não faz qualquer sentido um centro hospitalar estar dois meses sem diretor clínico”.

Pedro Soares Branco, que deixou de exercer o cargo apesar de não existir ainda substituto foi nomeado, no final de agosto de 2020 e os estatutos definem que este é um mandato de três anos, que só pode ser renovado uma vez.

O CHULC integra os hospitais de São José, Santo António dos Capuchos, Santa Marta, Dona Estefânia, Curry Cabral e a Maternidade Alfredo da Costa, a que se junta a Clínica de Atendimento Pré-Operatório, localizada no antigo Hospital de São Lázaro e que permite aos utentes realizar todas as etapas prévias à cirurgia num único dia.

Continue a ler esta notícia