30 anos de carreira (e muitas críticas) depois, Adam Sandler leva para casa o mais importante prémio de humor - TVI

30 anos de carreira (e muitas críticas) depois, Adam Sandler leva para casa o mais importante prémio de humor

  • CNN Portugal
  • MCP
  • 20 mar 2023, 17:06
Adam Sandler (foto: AP)

Adam Sandler ganhou o busto de Mark Twain, o mais importante para quem faz humor nos EUA. É a consagração da sua carreira como ator e comediante

Adam Sandler: comediante, ator, produtor, guionista, músico e, desde o último domingo, detentor do mais prestigiado prémio do humor, o Mark Twain, entregue desde 1998. 

O artista recebeu o prémio neste domingo, 19 de março, no Centro John F. Kennedy de Artes Performativas, em Washington DC, no 24º evento dos prémios Mark Twain - que anualmente homenageia os melhores humoristas do mundo, juntando-se a nomes como Jon Stewart, Dave Chappelle, Julia Louis-Dreyfus, Tina Fey, Eddie Murphy ou Ellen Degeneres.

Desde que entrou no programa de humor Saturday Night Live, há mais de 20 anos, que se manteve conhecido e aclamado pelo público, pelos seus papéis cómicos em filmes como "O Rei da Água", "Miúdos e Graúdos", "Embriagado de Amor" (pelo qual recebeu um indicação a um Óscar) ou "A Minha Namorada tem Amnésia". 

Em 1999, Sandler fundou a sua própria produtora - Happy Madison - responsável por grande parte dos seus filmes desde 2000, além de filmes protagonizados por Rob Schneider, David Spade e Kevin James e ainda gravou cinco discos de comédia, tendo recebido indicação ao Grammy por dois deles. Esta longa carreira, teve este domingo a sua consagração. 

No evento estiveram presentes estrelas como Jennifer Aniston, Drew Barrymore, Chris Rock e Conan O´Brien. Celebrou-se a carreira de Sandler que, apesar de nem sempre ser bem vista pelo olhar de críticos, teve o apoio de milhares de fãs.

No seu discurso, o ator, de 56 anos, agradeceu à família e amigos por aumentarem a sua confiança desde tenra idade. Houve espaço para humor e brincou que também contribuiram para criar um homem “delirante” “que agora é o orgulhoso detentor do Prémio Mark Twain de 2023 por atletismo, proeza sexual e virtuosismo na guitarra.”

Continue a ler esta notícia