II Liga: Benfica atropela FC Porto em Clássico dos «bês» - TVI

II Liga: Benfica atropela FC Porto em Clássico dos «bês»

Nélson Veríssimo no Famalicão-Estoril (Fernando Veludo/Lusa)

Marítimo empatou com o Académico de Viseu

Relacionados

O Benfica B venceu o FC Porto B por 3-0, em Vila Nova de Gaia, numa partida a contar para a 17.º jornada da II Liga.

A construção do resultado começou aos 38 minutos, quando Gustavo Marques colocou a bola no fundo das redes. Depois da marcação de um livre direto, por parte de Pedro Santos, a defesa do FC Porto B não conseguiu cortar e o brasileiro aproveitou a oportunidade.    
 

O 2-0 surgiu na segunda parte, erro grave de Francisco Meixedo, que fez uma defesa incompleta e Caue, na cara do guarda-redes, só teve de encostar e festejar. O último golo foi da autoria de um suplente de luxo, entrou, viu e marcou - Gustavo Varela recebeu a bola fora de área, tirou o defesa do FC Porto B da frente e colocou a bola na baliza com um remate forte, sem qualquer hipótese para o guardião adversário.
 

Apesar de ter tido mais bola, houve várias falhas técnicas dos jogadores do FC Porto B, que em muitos momentos do jogo erraram passes, cortes ou cruzamentos. Por outro lado, o Benfica B, orientada por Nélson Veríssimo, trocou bem a bola, aproveitou as oportunidades que teve e os erros defensivos do adversário e no fim garantiu os três pontos.

Com esta vitória, o Benfica B vive um ciclo de cinco jogos sem perder e o FC Porto B soma a quinta derrota consecutiva. De notar que o Benfica B não vencia o FC Porto B desde maio de 2022, na altura por 3-2. 

Relativamente à classificação, o Benfica B ultrapassa o FC Porto B e encontra-se em 10.º, com 23 pontos. A equipa de António Folha desce para o 11.º lugar, com 21 pontos.

No outro jogo da tarde, o Marítimo recebeu o Académico de Viseu, numa partida que acabou com um empate a uma bola. André Clóvis abriu o marcador aos 40 minutos, mas o Marítimo empatou, com golo de Lucas Silva, aos 78 minutos. O Académico de Viseu acabou a partida com 10 jogadores, depois de Kone ter visto o segundo amarelo aos 75 minutos.

 

 

Continue a ler esta notícia

Relacionados