Grande incêndio em Espanha já se vê no espaço - TVI

Grande incêndio em Espanha já se vê no espaço

  • CNN Portugal
  • FG
  • 19 mai 2023, 13:43
Grande incêndio em Espanha já se vê no espaço. Imagem: NASA

Cerca de 700 pessoas evacuaram a região devido ao incêndio, e há forte suspeita de mão humana na origem

Relacionados

Um violento incêndio deflagrou esta quarta-feira em Pinofranqueado, no coração de Las Hurdes, Espanha, não muito longe da fronteira oeste com Portugal. O incêndio obrigou a que esta manhã fossem evacuadas várias aldeias próximas, numa operação que envolveu cerca de 550 pessoas, que se juntaram às 140 anteriormente retiradas das suas casas, avança o jornal El País. 

O incêndio já se consegue ver do espaço, mostra uma imagem de satélite da NASA, que recolhe informação aproximadamente a tempo real. As chamas, alimentadas pelo forte vento, entraram na Serra de Gata até ao chamado "valle de Árrago", e as condições meteorológicas, juntamente com a extrema secura do terreno devido à ausência de chuva, estão a impedir o controlo das chamas, como informa a junta de Estremadura num comunicado de imprensa.

O incêndio continuou a sua destruição durante a madrugada desta sexta-feira, com um comportamento "virulento e fora de controlo". A meio da noite, entrou na Serra de Gata e obrigou à evacuação preventiva de três localidades: Cadalso, Descargamaría y Robledillo de Gata.

Um total de 400 pessoas, com 14 meios aéreos e equipas da Unidade Militar de Emergência (UME) e apoio das tropas de Castilla-La Mancha e Castilla y León, estão a trabalhar para conter as chamas, embora saibam que os "ventos fortes vão dificultar muito" a extinção do incêndio, lê-se no comunicado.

Também foram adoptadas medidas de contenção e outras medidas preventivas em aréas próximas, e os habitantes estão a ser alojados em instalações municipais. Um acampamento escolar com cerca de 20 pessoas foi evacuado de uma zona florestal em Hernán Pérez, onde o fogo tinha chegado durante a noite e onde optaram por abandonar a zona em segurança.

A luta contra o fogo manteve-se durante a noite, mas o vento forte e a falta de visibilidade devido às horas nocturnas complicaram o trabalho, informaram esta manhã fontes do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Território.

Até ao momento, arderam 2.500 hectares, maioritariamente de pinheiro-bravo, segundo dados provisórios da UME e da Direcção-Geral da Protecção Civil. A evolução desfavorável do incêndio faz prever que este número venha a aumentar.  

"Há rajadas de vento bastante fortes" que "tornam a extinção do fogo muito difícil", explicou David Barona, comandante da UME, na TVE. A previsão do tempo para hoje na zona do incêndio é de temperaturas que não ultrapassarão os 25 graus, com céu limpo, vento sustentado de cerca de 32 quilómetros por hora, mas com rajadas imprevisíveis que podem chegar aos 60 quilómetros por hora, e uma humidade relativa entre 39% e 21%, avança o jornal espanhol.

(Imagem: NASA)

Continue a ler esta notícia

Relacionados