Vinte e quatro concelhos de cinco distritos em perigo máximo de incêndio - TVI

Vinte e quatro concelhos de cinco distritos em perigo máximo de incêndio

  • Agência Lusa
  • AG
  • 16 ago 2023, 07:15
Incêndio em Odemira (Luís Forra/Lusa)

Perigo de incêndio mantém-se elevado pelo menos até domingo

Relacionados

Vinte e quatro concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Viseu apresentam esta quarta-feira um perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em perigo máximo de incêndio estão os concelhos de Aljezur, Lagos, Monchique, Portimão, Silves, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira (Faro), Chamusca, Vila Nova da Barquinha, Constância, Tomar, Sardoal, Abrantes, Ferreira do Zêzere, Mação (Santarém), Vila de Rei, Sertã, Proença-a-Nova, Fundão, Covilhã (Castelo Branco), Gavião, Nisa (Portalegre) e Tabuaço (Viseu).

O IPMA colocou também mais de 100 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Coimbra, Viseu, Guarda, Porto, Aveiro, Braga, Vila Real e Bragança em perigo muito elevado.

Outros concelhos de todos os distritos do continente estão em perigo elevado de incêndio.

Por causa das condições meteorológicas, o perigo de incêndio vai manter-se elevado pelo menos até domingo.

Este risco, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Desde o início do ano, as 6.096 ocorrências de fogo já afetaram 27.802 hectares de espaços rurais.

Continue a ler esta notícia

Relacionados