Cerca de 40 concelhos de seis distritos em perigo máximo de incêndio - TVI

Cerca de 40 concelhos de seis distritos em perigo máximo de incêndio

  • Agência Lusa
  • MJC
  • 15 jul 2023, 08:16
Incêndio na Serra do Montejunto (Lusa/ António Pedro Santos)

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente a nebulosidade a partir do meio da manhã, e uma descida da temperatura máxima, em especial nas regiões do interior

Cerca de 40 concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro apresentam este sábado um perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também quatro dezenas de concelhos de Bragança, Vila Real, Guarda, Viseu, Castelo Branco, Santarém, Portalegre, Beja e Faro em perigo muito elevado.

Outros concelhos de vários distritos do continente estão hoje em perigo elevado de incêndio.

Este risco, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Desde o início do ano, as mais de 4 mil ocorrências de fogo já afetaram perto de 10 mil hectares de espaços rurais.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente a nebulosidade a partir do meio da manhã, e uma descida da temperatura máxima, em especial nas regiões do interior.

Até ao final da manhã são esperados períodos de chuva fraca nas regiões Norte e Centro, em especial no Minho e Douro Litoral, sendo pouco prováveis na região mais interior.

O vento será fraco a moderado (até 30 quilómetros hora (km/h)) de noroeste, rodando para sudoeste na costa sul do Algarve durante a tarde, e soprando por vezes forte (até 40 km/h) a partir da tarde na faixa costeira ocidental a sul do Cabo Carvoeiro e nas terras altas, com rajadas até 60 km/h.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 12 graus Celsius (em Viseu) e os 21 (em Faro) e as máximas entre os 21 (em Viana do Castelo) e os 32 (em Faro).

Continue a ler esta notícia