Cerca de 300 operacionais e oito meios aéreos combatem fogo em Viseu - TVI

Cerca de 300 operacionais e oito meios aéreos combatem fogo em Viseu

  • Agência Lusa
  • HCL. Notícia atualizada às 18:00 com novo balanço de meios
  • 1 out, 17:06

O incêndio, que tem duas frentes, progride “com intensidade” em zona de perímetro florestal e com “muito potencial de destruição”, com milhares de hectares à sua frente de pinhal adulto, notou a mesma fonte

Mais de 300 operacionais, apoiados por oito meios aéreos, combatem um incêndio que deflagrou às 14:04, junto à localidade de Couto, no concelho de Viseu, afirmou hoje fonte da Proteção Civil.

O incêndio deflagrou às 14:04, junto a Couto, localidade a norte da cidade de Viseu, na União de Freguesias de Barreiros e Cepões, disse à agência Lusa fonte do Comando Sub-regional de Emergência e Proteção Civil de Viseu Dão Lafões.

No local, às 16:45, estavam mobilizados 201 operacionais, apoiados por 54 veículos e oito meios aéreos. Pelas 18:00, eram já mais de 300 operacionais, apoiados por oito meios aéreos, aproveitando a janela de oportunidade até escurecer para este combate às chamas a partir do céu.

O incêndio, que tem duas frentes, progride “com intensidade” em zona de perímetro florestal e com “muito potencial de destruição”, com milhares de hectares à sua frente de pinhal adulto, notou a mesma fonte.

Até ao momento, segundo fonte da Proteção Civil, não houve necessidade de proceder à evacuação de qualquer área e não há feridos a registar.

Fonte do Comando Territorial da GNR de Viseu afirmou à Lusa que, até ao momento, não foi necessário proceder ao corte de qualquer estrada principal e que não há a registar qualquer habitação em perigo.

Continue a ler esta notícia