Equipas de salvamento terminam perfuração do túnel na Índia para retirar trabalhadores - TVI

Equipas de salvamento terminam perfuração do túnel na Índia para retirar trabalhadores

Homens estão encarcerados há 17 dias

Relacionados

As equipas de salvamento terminaram a perfuração do túnel da Índia para retirar os trabalhadores presos há 17 dias e prontos para os retirar para um local seguro, avança a Reuters.

No local estão já ambulâncias para prestar assistência aos homens quando estes saírem do túnel. Também o ministro-adjunto dos Transportes Rodoviários e auto-estradas e da Aviação Civil Vijay Kumar Singh foi visto junto ao túnel, uma presença que a imprensa internacional está a interpretar como um sinal de que o resgate está a correr bem.

De acordo com as autoridades locais, foram instalados tubos de quase um metro de diâmetro que ligam a entrada do túnel na cidade de Silkyara, em Uttarakhand, à cavidade onde os trabalhadores se encontram.

No entanto, as operações devem durar "toda a noite", segundo o tenente-general Syed Ata Hasnain, membro da Autoridade Nacional de Gestão de Catástrofes que, em declarações aos jornalistas revelou que serão necessárias "pelo menos três a quatro horas" para retirar todos os trabalhadores presos no túnel.

"Estima-se que serão necessários 3 a 5 minutos para retirar cada uma das 41 pessoas", afirmou, citado pela BBC, acrescentando que três equipas da Força Nacional de Resposta a Catástrofes entrarão no túnel para organizar a operação, enquanto as equipas da Força Estatal de Resposta a Catástrofes darão apoio. Também os paramédicos "vão entrar no túnel". 

ACOMPANHE AS OPERAÇÕES DE RESGATE

Os 41 trabalhadores estão presos no local desde 12 de novembro, quando um deslizamento de terras provocou a derrocada de uma parte do túnel de 4,5 quilómetros que estavam a construir, a cerca de 200 metros da entrada.

As autoridades começaram a fornecer aos trabalhadores refeições quentes através de um tubo de 15,24 centímetros de diâmetro, no início da semana passada, depois de terem passado dias a sobreviver com alimentos secos enviados através de um canal mais estreito. O oxigénio chega por um canal separado.

Uttarakhand está repleto de templos hindus, e a construção de autoestradas e edifícios tem sido constante para acomodar o fluxo de peregrinos e turistas.

Este túnel faz parte da estrada Chardham, um projeto federal emblemático que liga vários locais de peregrinação hindu.

Continue a ler esta notícia

Relacionados