IL diz que regresso ao desfile é “luta pela liberdade” e à génese do partido - TVI

IL diz que regresso ao desfile é “luta pela liberdade” e à génese do partido

  • Agência Lusa
  • JGR
  • 25 abr 2023, 17:43
Rui Rocha, presidente e deputado da Iniciativa Liberal (Lusa/António Pedro Santos)

Ao contrário dos últimos dois anos, em que o partido liderado agora por Rui Rocha promoveu um desfile próprio neste dia após uma polémica com a comissão organizadora, desta vez a IL decidiu regressar às comemorações populares do 25 de Abril, tal como tinha feito nos dois primeiros anos da sua história

O presidente da IL afirmou esta terça-feira que o regresso ao tradicional desfile do 25 de Abril significa que o partido não desistiu de “lutar pela liberdade”, o que faz parte da “génese e presença cívica e política” dos liberais.

Ao contrário dos últimos dois anos, em que o partido liderado agora por Rui Rocha promoveu um desfile próprio neste dia após uma polémica com a comissão organizadora, desta vez a IL decidiu regressar às comemorações populares do 25 de Abril, tal como tinha feito nos dois primeiros anos da sua história.

“A Iniciativa Liberal tem estado sempre na Avenida da Liberdade, desta vez integramos a marcha e isso significa que não desistimos de lutar pela liberdade, mesmo quando nos tentam impedir como no passado, em algum momento, aconteceu”, defendeu Rui Rocha em declarações à agência Lusa.

O líder dos liberais avisou “que não vale a pena tentar condicionar a presença da Iniciativa Liberal” porque “o espaço da liberdade é de todos”.

“A IL tem uma presença de luta pela liberdade em Portugal, em todos os países do mundo onde ela, infelizmente, não está presente. Portanto, faz parte da nossa génese e da nossa presença cívica e política lutar pela liberdade”, frisou.

Além “dos condicionamentos próprios da situação pandémica”, segundo Rui Rocha, o partido sofreu “alguma resistência, em alguns momentos, à descida integral da avenida”.

Rui Rocha mostrou-se satisfeito pela “grande adesão” dos simpatizantes e membros da IL e também pela representação de várias comunidades de outros países.

“Temos, também, a representação de várias comunidades. A comunidade ucraniana, da comunidade cubana, da comunidade iraniana, afegã, moldava. Também uma reunião de muitas comunidades e de muitas vontades pela liberdade em todo o mundo”, concluiu.

A IL voltou hoje a integrar o tradicional desfile comemorativo do 25 de Abril na Avenida da Liberdade, em Lisboa, depois de dois anos seguidos em que promoveu uma iniciativa própria.

Em 2021, após uma semana de polémica com a comissão promotora do desfile comemorativo do 25 de Abril e depois de uma recusa inicial de poder integrar este momento, a IL promoveu o seu próprio desfile para comemorar a Revolução dos Cravos, um formato que repetiu no ano seguinte.

Desde a sua fundação, a IL participou nestas comemorações populares em 2018 e em 2019, um desfile que não se realizou em 2020 devido à pandemia. Nos dois anos seguintes, os liberais tiveram um desfile próprio após a polémica com a comissão promotora do desfile comemorativo do 25 de Abril.

Continue a ler esta notícia