CEO do Leverkusen: «Grimaldo é o melhor lateral-esquerdo espanhol» - TVI

CEO do Leverkusen: «Grimaldo é o melhor lateral-esquerdo espanhol»

Bayer Leverkusen - West Ham, da Liga Europa (Martin Meissner/AP)

Fernando Carro concedeu entrevista ao jornal espanhol «AS», onde afirmou ainda que acredita que um dia Xabi Alonso vai treinar o Real Madrid

Relacionados

Fernando Carro, CEO do Bayer Leverkusen, o novo campeão alemão, concedeu uma entrevista ao jornal espanhol «AS», onde deixou rasgados elogios a Grimaldo, antigo defesa do Benfica.

«Na minha opinião é o melhor lateral-esquerdo de Espanha e para mim é um titularíssimo na Seleção», começou por dizer.

Na mesma entrevista, o CEO do Leverkusen atribuiu mérito da contratação do lateral espanhol a Xabi Alonso, mas também à estrutura da equipa germânica.

«Os retoques de Simon Rolfes, com toda a sua equipa a apoiá-lo, foram fundamentais. Trouxemos jogadores de acordo com a necessidade da equipa em comunicação com o treinador. Nas reuniões entre nós os três decidimos prioridades para cada posição, e no verão conseguimos trazer a prioridade número um para cada posição. Isso geralmente não acontece. Tivemos reuniões com os jogadores, o projeto foi explicado aos atletas. Boniface e Xkaka não foram fáceis de negociar: Grimaldo saiu livre. É um trabalho de equipa impressionante», afirmou ainda.

Nas mesmas declarações ao jornal espanhol, Fernando Carro deixou bonitas palavras a Xabi Alonso, que acredita que vai ser um dos melhores treinadores da história do futebol mundial.

«O Xabi já é um grande treinador, jovem, com experiência. Ele será um dos grandes da história, assim como foi como jogador. Também será o mesmo a nível de treinador, estou convencido. Para nós é um prazer trabalhar de mãos dadas com ele, ver as qualidades que ele tem para gerir um plantel, um balneário, tomar decisões, dirigir treinos... Tem muitas qualidades. E a posição de treinador é muito difícil porque tens de gerir 40 pessoas. Por outro lado, penso que Xabi encontrou no Bayer Leverkusen o clube perfeito para concretizar a sua ideia. É um clube muito profissional, com uma ótima organização, e penso que proporcionamos os recursos e o contexto ideais», disse, antes de fazer uma revelação.

«É possível que em algum momento da sua carreira como treinador acabe por treinar o Real Madrid, sim», concluiu.

Continue a ler esta notícia

Relacionados