VÍDEO: Ronaldo é expulso e Jesus apura-se para a final da Supertaça - TVI

VÍDEO: Ronaldo é expulso e Jesus apura-se para a final da Supertaça

Al Hilal venceu o Al Nassr por 2-1 em jogo marcado pela agressão do português a um adversário

Relacionados

O Al Hilal aumentou o recorde de vitórias consecutivas para 33, desta feita com o Al Nassr como «vítima». A equipa de Jorge Jesus venceu o conjunto orientado por Luís Castro (2-1) e carimbou a passagem à final da Supertaça da Arábia Saudita.

As duas equipas defrontaram-se em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, com três portugueses de início. Rúben Neves foi titular no Al Hilal, enquanto Otávio e Cristiano Ronaldo marcaram presença no onze do Al Nassr. O capitão da seleção portuguesa teve um dia para esquecer, devido à expulsão após agredir um adversário.

O FILME DO JOGO

Os comandados de Jesus tiveram uma postura de maior domínio e controlo da posse de bola, enquanto a equipa de Luís Castro optou por explorar os contra-ataques, sabendo de antemão da superioridade do adversário.

No que toca a oportunidades, a primeira parte foi equilibrada. Ronaldo ficou muito perto do golo aos 17 minutos, mas Bono negou o 1-0, após o remate de primeira do avançado português.

A melhor ocasião, porém, aconteceu mesmo em cima do intervalo. Ao quinto minuto de descontos, Sadio Mané colocou a bola na área e Otávio, ao segundo poste, rematou para golo, que foi invalidado por fora de jogo de Ronaldo na jogada. O avançado português, apesar de não ter tocado na bola, fez-se ao lance e estava em posição adiantada.

O Al Hilal entrou por cima na segunda parte e traduziu a superioridade em golo pouco depois da hora de jogo.

Depois de um passe de Sergej Milinkovic-Savic para o corredor esquerdo, Salem Al Dawsari entoru na área e, com a ponta da bota, rematou para golo (61m).

A equipa de Jesus ganhou ainda mais confiança na partida e foi em busca do segundo golo, enquanto o conjunto de Luís Castro revelou dificuldades para reagir ao 1-0.

Aos 73 minutos, já depois de ter enviado uma bola ao ferro, Malcom dilatou a vantagem, com um cabeceamento na área, após cruzamento do compatriota Michael.

Com dois golos de vantagem, a vitória já dificilmente escaparia à equipa de Jesus, enquanto o Al Nassr ficou descontrolado e a imagem disso mesmo foi o capitão. A cinco minutos dos 90, Ronaldo quis efetuar um lançamento de forma rápida, mas Al Bulayhi tentou agarrar a bola e impedir o português, que «perdeu a cabeça». O avançado do Al Nassr deu uma cotovelada no adversário, que caiu de imediato no relvado, com muitas queixas.

Ronaldo recebeu cartão vermelho direto e não reagiu bem à expulsão, tendo saído para o balneário a pedir a todo o estádio que aplaudisse o árbitro, de forma irónica.

Mesmo a jogar com 10, o Al Nassr ainda conseguiu reduzir ao cair do pano, mas o golo de Sadio Mané (90+9m) não valeu para evitar a derrota.

Na final, marcada para a próxima quinta-feira, o Al Hilal terá pela frente o Al Ittihad, equipa onde alinha o português Jota e que esta segunda-feira venceu o Al Wehda por 2-1.

Continue a ler esta notícia

Relacionados