VÍDEO: Sergio Ramos em lágrimas na apresentação perante 23 mil pessoas - TVI

VÍDEO: Sergio Ramos em lágrimas na apresentação perante 23 mil pessoas

Sergio Ramos (Getty Images)

Espanhol reiterou o pedido de desculpas aos adeptos do Sevilha pelos erros cometidos no passado num discurso no Sánchez-Pizjuán

Relacionados

Euforia e lágirmas na apresentação de Sergio Ramos como novo jogador do Sevilha.

23 mil pessoas foram ao Ramón Sánchez-Pizjuán assistir à apresentação do internacional espanhol que regressou ao clube 18 anos depois de ter saído. Antes de se mostrar aos adeptos, o defesa falou em conferência de imprensa.

«É um dia inesquecível. Cumpro o sonho de voltar a casa. Uma pessoa nunca sabe quando pode cumprir. É um dia que quero partilhar com os meus entes queridos. É um dia emocionante e inesquecível para mim. Tenho de agradecer ao presidente, ao vice-presidente, a Orta [diretor desportivo] e aos adeptos por me abrirem as portas do Sánchez-Pizjuán. E ao meu irmão que esteve sempre comigo», começou por dizer.

Bastante emocionado, o jogador de 37 anos recordou várias pessoas importantes como Antonio Puerta, ex-colega de equipa que faleceu em agosto de 2007. «O Antonio Puerta continua lá em cima a ajudar-nos. O meu avô fez de mim sevilhista e o meu pai tornou-me na pessoa que sou hoje.»

Sergio Ramos confessou ter esperado três meses por uma chamada do Sevilha e dirigiu-se, depois, aos adeptos. «Recebi muito carinho e quero agradecer por isso. Sou o primeiro a reconhecer e peço desculpas, a juventude e a paixão levaram-me a cometer erros. Espero que saibam perdoar-me. Isso pode mudar com rendimento, golos e com a prova de que posso render. Foi uma enorme surpresa e agradeço a todos», disse.

O espanhol abordou ainda o comunicado da claque Biris Norte que se mostrou contra a sua contratação. «É um tema que está em cima da mesa. Há pessoas que continuam ofendidas. Espero que com o meu rendimento e com um pedido de desculpas isso mude. Já pedi desculpas, espero que possamos remar todos para o mesmo lado.»
 

 

Já no relvado, Ramos voltou a desculpar-se. «Tinha muita vontade de voltar a sentir-me sevilhista de verdade. Aconteceram mutas coisas. Cometemos erros, eu fui o primeiro. Volto a pedir desculpa. A todos os sevilhistas que se sentem ofendidos, peço desculpa de coração», reiterou.

O estádio cantou o nome de Ramos e este, qual miúdo, não aguentou as lágrimas. 

 

Continue a ler esta notícia

Relacionados