Grimaldo: «Decidi fazer uma mudança e sair do Benfica, havia muitas opções» - TVI

Grimaldo: «Decidi fazer uma mudança e sair do Benfica, havia muitas opções»

Grimaldo (Christopher Neundorf/EPA)

Lateral espanhol está em grande no Bayer Leverkusen, volta a destacar Xabi Alonso e não esconde objetivo de chegar à seleção

Relacionados

O lateral espanhol Alejandro Grimaldo está em grande neste início de época no Bayer Leverkusen, líder da Bundesliga e também líder no grupo H da Liga Europa só com vitórias.

Nos alemães, Grimaldo, de 28 anos, leva já sete golos em 15 jogos, números assinaláveis para um lateral-esquerdo, que voltou a assumir, em declarações ao jornal As, publicadas esta segunda-feira, que precisava de uma «mudança» depois de cerca de sete anos do Benfica. Grimaldo voltou a frisar o papel do treinador Xabi Alonso e a aposta que fizeram na sua contratação para o plantel.

«Decidi fazer uma mudança e sair do Benfica. Havia muitas opções. A decisão não foi fácil. O Leverkusen e o Xabi [Alonso] apostaram muito em mim, deram-me confiança. Quando enfrentas uma mudança tão grande, é importante a confiança do treinador e do clube. A aposta deles foi muito forte. Quando sabes que o Xabi vai ser o teu treinador…», começou por dizer.

«Eu conhecia-o de tê-lo visto a jogar e falavam-me muito bem dele. Estar com o Xabi era uma oportunidade que não podia desperdiçar para continuar a crescer como jogador, por isso tomei a decisão», concluiu Grimaldo, mostrando satisfação com a aventura na liga alemã.

«Estou muito contente. Quando mudas de clube e vais para outro país, como eu fiz no verão, não sabes como vais adaptar-te, mas o início está a ser muito bom. Estou feliz com o clube, com o treinador, com a minha forma atual. Estou muito bem. É difícil manter o nível, nós sabemos, mas vamos jogo a jogo. Temos uma grande equipa, um grande treinador e podemos lutar e mantermo-nos aí e incomodar o Bayern, o Leipzig e o Dortmund», disse Grimaldo, que bisou no sábado, na vitória ante o Hoffenheim, por 3-2.

O lateral considerou ainda, apesar de saber que não iria jogar a Liga dos Campeões em 2023/24, que «não foi um passo atrás». «Numa liga tão competitiva, um não mau deixa-te fora da elite e foi o que aconteceu aqui em Leverkusen na época anterior. Mas temos uma equipa de Champions. Estamos em cima, na Liga Europa também e no próximo ano creio que vamos voltar à Champions, que é onde devemos estar», referiu, respondendo sobre se se vê na seleção espanhola.

«Sim, tenho esse sonho. A seleção é um dos meus objetivos. A seleção tem grandes jogadores e muito bons laterais, mas eu trabalho para estar aí, para que chegue a oportunidade e para demonstrar ao selecionador e às pessoas que mereço estar aí», observou.

Questionado, ainda, sobre porque é que ainda não jogou na elite do campeonato espanhol, Grimaldo revelou que «este verão houve opções de ir para Espanha, também para a Premier [ndr: Inglaterra] e Itália». «Foi uma decisão de detalhes. Fiz muitos anos da minha carreira fora de Espanha, mas ainda me faltam muitos outros. Seguramente, no futuro, poderei estar em Espanha», assinalou.

Continue a ler esta notícia

Relacionados