Leicester acusado de violar as regras financeiras da Premier League - TVI

Leicester acusado de violar as regras financeiras da Premier League

Fatawu

Clube pode enfrentar uma dedução de pontos, como aconteceu com Everton e Nottingham

Relacionados

O Leicester foi acusado pela Premier League de violar as regras financeiras nas últimas três temporadas, quando ainda estava no principal escalão do futebol inglês.

Os «foxes», que estão a ser investigados por uma comissão independente e pela Liga inglesa, ainda não divulgaram as contas da última época, que deverão exceder o limite de perdas permitido pelos regulamentos. As regras da Premier League permitem que um clube tenha perdas de 105 milhões de libras (cerca de 122 milhões de euros) durante três temporadas ou 35 milhões de libras (cerca de 41 milhões de euros) por época. Caso contrário, os clubes poderão enfrentar sanções, como já aconteceu esta temporada com o Everton e o Nottingham Forest.

Ainda assim, segundo a Sky Sports, o Leicester não deverá ser castigado com uma dedução de pontos esta época, mas tal pode vir a acontecer em 2024/25. Os «foxes» seguem bem lançados para assegurar a promoção: estão na liderança partilhada do Championship, com os mesmos 82 pontos do Leeds, mas menos um jogo.

Numa nota publicada no site oficial, o Leicester mostrou-se «surpreendido» pelas ações da Premier League.

«O clube está extremamente desapontado pelo facto de a Premier League ter optado por acusar o LCFC agora, apesar dos esforços do clube para se envolver de forma construtiva com a Premier League em relação aos assuntos que são objecto desta acusação», lê-se no comunicado, que acrescenta a abertura para encontrar uma «solução adequada para potenciais acusações pelos órgãos certos e no momento certo».

Refira-se que o internacional português Ricardo Pereira alinha no Leicester, assim como Fatawu, emprestado pelo Sporting ao clube inglês.

Continue a ler esta notícia

Relacionados