Israel altera letra de canção para a Eurovisão devido à "natureza política" da sua participação - TVI

Israel altera letra de canção para a Eurovisão devido à "natureza política" da sua participação

  • Agência Lusa
  • BCE
  • 3 mar, 12:02
Tropas israelitas na fronteira com Gaza (EPA/ATEF SAFADI)

O presidente israelita chegou mesmo a interceder entre a estação pública de televisão de Israel e a União Europeia de Radiodifusão (UER), que organiza o festival, para evitar a disputa

Relacionados

A cadeia pública de radiodifusão israelita Kan, responsável pela seleção da participação de Israel na Eurovisão, vai alterar a letra da canção para evitar que o país seja desqualificado devido à natureza "excessivamente política" da sua participação no concurso.

O programa "HaKokhav HaBa" ("A Próxima Estrela"), da emissora pública israelita Kan, selecionou há duas semanas a cantora Eden Golan para representar Israel no Festival Eurovisão da Canção 2024 com a canção "October Rain", que se refere ao brutal ataque do Hamas em solo israelita em 7 de outubro, que causou cerca de 1.200 mortos e o rapto de 250 pessoas.

"A medida foi tomada depois de o comité que supervisiona o Festival Eurovisão da Canção ter decidido desqualificar a participação de Israel devido à sua 'natureza política'", afirmou a Kan em comunicado.

Inicialmente, a Kan discordou da ideia de alterar a letra, para atenuar o tom político, mas decidiu seguir o conselho do presidente israelita Isaac Hezog, que na semana passada intercedeu entre a estação pública de televisão de Israel e a União Europeia de Radiodifusão (UER), que organiza o festival, para evitar a disputa.

"Penso que é importante para Israel participar na Eurovisão, e isto é também uma declaração, porque há inimigos que tentam expulsar-nos de todos os palcos", afirmou então Herzog.

Segundo a Kan, a EBU também não gostou da canção que ficou em segundo lugar na pré-seleção de Kan, intitulada "Dance Forever", sobre o massacre de 7 de outubro no festival de música eletrónica Nova, onde o Hamas matou mais de 360 pessoas.

A empresa israelita terá de alterar a letra das duas canções e caberá ao Comité de Supervisão da Eurovisão escolher a versão final de uma das duas canções.

No próximo domingo, Kan transmitirá um programa especial no qual será finalmente revelada a canção e a letra com que Israel será representado na Eurovisão.

A controvérsia sobre a letra da canção israelita surge no meio de vários apelos de representantes políticos e artísticos europeus à UER para que vete a participação de Israel devido à guerra na Faixa de Gaza.

O organismo respondeu que a Eurovisão é um evento "apolítico", mas este argumento também foi criticado quando se recordou a rápida expulsão da Rússia na sequência da sua agressão militar contra a Ucrânia em 2022.

Continue a ler esta notícia

Relacionados