Serie A: Juventus resgata empate na visita ao Bolonha - TVI

Serie A: Juventus resgata empate na visita ao Bolonha

Juventus: Milik (Michele Nucci/LaPresse via AP)

Oito minutos bastaram para a «Vecchia Signora» recuperar da desvantagem de três golos. Em Salerno, Verona selou a permanência

Relacionados

Na visita ao Bolonha, na noite desta segunda-feira, a Juventus encaixou o sexto empate consecutivo na Serie A (3-3). Em todo o caso, a «Vecchia Signora» – orientada pelo uruguaio Paolo Montero – recuperou da desvantagem de 3-0.

Ao cabo de um minuto e meio, Riccardo Calafiori capitalizou o espaço na área contrária para inaugurar o marcador. Foi a estreia do defesa a marcar pelos «Rossoblu».

Pouco depois, aos 11m, foi a vez de Santiago Castro ser protagonista. Na estreia a titular, o jovem avançado argentino, de 19 anos, assinou o primeiro golo pelo Bolonha.

A fim de sentenciar a partida, Calafiori bisou, aos 53m. Aproveitando nova perda de bola da defesa contrária, o italiano combinou com Santiago Castro e picou o esférico sobre Szczesny.

Quando o resultado parecia consumado, Federico Chiesa aproveitou a passividade do defesa Lucumi para reduzir. Estavam decorridos 76m.

Sete minutos volvidos, Milik – lançado aos 64m – puxou a si a responsabilidade de cobrar um livre direto, ligeiramente descaído para a esquerda. O remate do polaco foi ligeiramente desviado pela barreira, suficiente para o esférico escapar ao voo de Skorupski.

Atordoado, o Bolonha foi errático no reatar da partida, entregando o esférico a Kenan Yildiz. Ainda antes da área, o avançado turco, de 19 anos, mirou a baliza e repôs a igualdade.

Até final, a Juventus ensaiou a reviravolta, mas sem engenho para completar uma noite memorável.

O empate mantém os emblemas empatados na tabela, desta feita a 68 pontos. Ainda assim, o Bolonha é terceiro, face ao saldo de golos. Na primeira volta também houve empate (1-1).

Na derradeira jornada, o Bolonha visita o Génova (11.º). Por sua vez, a Juventus recebe o Monza (12.º).

Verona agarra permanência

O Hellas Verona de Daniel Silva e Rúben Vinagre garantiu a manutenção no reduto da Salernitana (1-2).

Os visitantes agarraram a vantagem à boleia de Suslov e Folorunsho, com golos aos 22 e 45+3m. No segundo tempo, e já com Daniel Silva em jogo, os anfitriões reduziram. Estavam decorridos 90m quando Maggiore relançou a partida.

Pouco depois, Rúben Vinagre entrou para reforçar o eixo defensivo do Verona, contribuindo para três pontos decisivos.

A uma ronda do término do campeonato, o Hellas Verona é 13.º, com 37 pontos, mais quatro face à linha de água. Segue-se a receção ao campeão Inter.

Por sua vez, a Salernitana permanece com a lanterna vermelha. A campanha nesta edição da Serie A terminará em Milão, diante de Rafael Leão e companhia.

Continue a ler esta notícia

Relacionados