Veneza procura "idiota" que saltou de um edifício de três andares para o canal - TVI

Veneza procura "idiota" que saltou de um edifício de três andares para o canal

  • CNN
  • Barbie Latza Nadeau
  • 26 mar 2023, 18:07
Veneza procura "idiota" que saltou de um edifício de três andares para o canal. Imagem: Luigi Brugnaro/Twitter

O presidente da Câmara de Veneza Luigi Brugnaro disse que daria ao homem um "certificado de estupidez e muitos pontapés"

As autoridades italianas estão à procura de um homem que saltou de um edifício de três andares para um canal em Veneza na quinta-feira.

Chamando ao homem "idiota", o presidente da Câmara de Veneza Luigi Brugnaro disse numa publicação do Twitter que daria ao homem um "certificado de estupidez e muitos pontapés" pelo ato, que se tornou viral nas redes sociais.

O autarca acrescentou também um vídeo do mergulho, dizendo que o homem e o cúmplice que filmou o vídeo serão presos. No vídeo, a pessoa, usando apenas boxers, pode ser vista a saltar de um telhado de um edifício para um canal, aterrando de barriga.

"Estamos a tentar identificá-lo, a denunciá-lo, a ele e ao seu amigo que fez o vídeo estúpido para as redes sociais", disse Brugnaro.

O presidente da câmara também disse que enviou a polícia ao edifício para determinar como é que o homem conseguiu entrar no edifício residencial privado e como conseguiu chegar ao telhado.

"Ele arriscou a sua vida naquele salto, mas é também um delinquente. Eles não compreendem o perigo que criam nesta cidade. E se um barco estivesse a passar por baixo?"

Brugnaro instou qualquer pessoa que tenha visto o vídeo a ajudar a identificar a pessoa - a quem se referiu como turista - mas não a "gostar" do vídeo partilhado nas redes sociais.

"Eles fazem estas coisas estúpidas nas redes para os gostos", disse o presidente da câmara, acrescentando que "usaremos a lei para o processar".

O salto é apenas o último relato de pessoas a comportarem-se mal em Itália - especialmente as que a visitam.

No ano passado, mais de 40 turistas foram presos por nadarem (por vezes nus) nos canais de Veneza e um homem foi preso por surfar no Grande Canal.

Noutro local, um turista americano foi multado por causar danos no valor de 25.000 dólares depois de atirar a sua e-scooter pelas escadarias da Praça de Espanha em Roma. Um turista saudita foi multado depois de ter conduzido um Maserati alugado no mesmo local.

Outro turista conduziu um carro pela Ponte Vecchio, em Florença, e outro fez um passeio de bicicleta pelas ruínas de Pompeia.

Outros turistas partiram estátuas no museu do Vaticano.

Os visitantes também foram multados por esculpir iniciais em marcos, roubar pedaços do coliseu em Roma e tirarem bocados de todo o lado, desde mosaicos a dedos dos monumentos e museus de classe mundial do país.

Continue a ler esta notícia