Tempestade tropical causa dois feridos e suspende voos e comboios no Japão - TVI

Tempestade tropical causa dois feridos e suspende voos e comboios no Japão

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 15 ago 2023, 08:25
Tempestade no Japão (Associated Press)

Os municípios locais aconselharam mais de 180 mil residentes na região a abrigarem-se em locais mais seguros, como centros comunitários.

Uma forte tempestade tropical atingiu esta terça-feira o centro e o oeste do Japão com ventos e chuvas fortes, causando dois feridos, inundações e falhas no fornecimento de energia e paralisando o transporte aéreo e terrestre.

A tempestade Lan atingiu a costa japonesa por volta das 05:00 (21:00 de segunda-feira em Lisboa), perto do cabo Shionomisaki, na prefeitura central de Wakayama, de acordo com a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês).

A tempestade trouxe ventos com rajadas até 144 quilómetros por hora e dirigia-se para noroeste, embora a JMA preveja que possa virar para leste em direção à ilha de Hokkaido sobre as águas entre o Japão e a península coreana.

Em Wakayama, duas pessoas ficaram feridas.

O Lan, que inicialmente foi classificado como um tufão, causou danos em várias zonas do país.

Em Maizuru, a norte de Kyoto, um rio galgou as margens, levando torrentes de água e lama para o interior de algumas casas.

Em Nara, a sul de Kyoto, o andaime de um prédio desabou e o colapso parcial de uma parede numa estação de comboios em Tsuruhashi, na província de Osaka, interrompeu os serviços ferroviários locais.

Os municípios locais aconselharam mais de 180 mil residentes na região a abrigarem-se em locais mais seguros, como centros comunitários.

A JMA previa a queda de até 400 milímetros de chuva na região de Tokai, no centro do Japão, até à manhã de quarta-feira.

A agência pediu aos moradores da área para ficarem em casa e alertou para possíveis deslizamentos de terra, inundações e tempestades.

Mais de 50 mil habitações ficaram sem energia em nove províncias nas regiões central e oeste, incluindo Osaka, Wakayama, Mie e Kyoto.

A tempestade, que atingiu o Japão no meio da semana do feriado budista Bon, em que os falecidos são recordados, afetou muitos japoneses que pretendiam viajar, já que muitos operadores de transporte decidiram suspender os serviços.

A Central Japan Railway Co. disse que as operações do comboio rápido Shinkansen entre Nagoya, no centro do Japão, e Okayama, no oeste, estarão suspensas hoje, e que o serviço entre a capital, Tóquio, e Nagoya foi reduzido.

As autoestradas da região também foram encerradas e cerca de 800 voos domésticos marcados para hoje foram cancelados, obrigando muitas pessoas a passar a noite no aeroporto de Osaka.

Representantes de várias autarquias cancelaram os planos para participar num memorial anual que assinala o fim da Segunda Guerra Mundial, em 15 de agosto de 1945.

O torneio anual de beisebol escolar do Japão, um evento extremamente popular no país, também foi afetado. Os jogos previstos para hoje no estádio Koshien, na província de Hyogo, foram adiados para quarta-feira.

 

Continue a ler esta notícia