Jock Zonfrillo, jurado do MasterChef Austrália, morre na véspera do arranque da nova temporada - TVI

Jock Zonfrillo, jurado do MasterChef Austrália, morre na véspera do arranque da nova temporada

  • Hilary Whiteman
  • 1 mai 2023, 08:49
Jock Zonfrillo aceita o prémio AACTA de Best Reality Program em 2020 November 30, 2020 em Sidney, Australia Foto Brendon Thorne _ Getty Images

Tinha 46 anos

Jock Zonfrillo, apresentador do MasterChef Austrália, morreu subitamente aos 46 anos, na véspera do arranque da nova temporada do programa de culinária, informou um comunicado da emissora australiana Network 10.

O apresentador escocês morreu em Melbourne, este domingo, segundo o comunicado, que não indica a causa da morte.

Zonfrillo juntou-se à popular competição de culinária em 2019 e era suposto estar na estreia da nova temporada, esta segunda-feira, ao lado do juiz convidado, o chef britânico Jamie Oliver.

O episódio foi retirado do ar, disse a Network 10 no comunicado.

Nascido em Glasgow em 1976, Zonfrillo aprendeu o seu ofício com alguns dos mais famosos chefs de cozinha do mundo.

A sua carreira na cozinha começou no Reino Unido, onde trabalhou em Londres com o chef Marco Pierre White, a quem mais tarde atribuiu o mérito de lhe ter salvo a vida.

Zonfrillo experimentou heroína na adolescência, em Glasgow, e a toxicodependência acompanhou-o durante anos, à medida que ia construindo o seu sucesso inicial, de acordo com o seu livro de memórias “Last Shot”, publicado no ano passado.

A descrição do livro diz o seguinte: “Durante anos, ele equilibrou uma carreira de estrela em ascensão entre chefs lendários com uma toxicodependência incapacitante que o levou por muitos caminhos obscuros”.

Zonfrillo deixou o Reino Unido em 1999 e estabeleceu-se na Austrália como chef de cozinha do Restaurant 41, em Sydney. Depois abriu o seu próprio estabelecimento, o Restaurante Orana, em Adelaide, que fechou em 2000.

Foi anfitrião de vários programas de culinária, incluindo o “Nomad Chef”, que deu uma visão da cozinha em algumas das comunidades mais remotas do mundo, bem como o “Restaurant Revolution” e o “Chef Exchange”.

Em 2016, fundou a Fundação Orana, com a missão de destacar as qualidades da comida indígena da Austrália.

Talvez o seu papel de maior destaque tenha sido na série australiana MasterChef, o programa de televisão incrivelmente popular que nos últimos anos o tornou um nome conhecido na Austrália.

Zonfrillo deixa mulher, Lauren Fried, e quatro filhos.

Numa declaração partilhada pela Network 10, a família de Zonfrillo disse estar devastada pela sua morte.

“Tantas palavras podem descrevê-lo, tantas histórias podem ser contadas, mas neste momento estamos demasiado chocados para pôr tudo em palavras. Para aqueles que se cruzaram no seu caminho, se tornaram seus companheiros ou tiveram a sorte de ser sua família, mantenham este orgulhoso escocês nos vossos corações quando beberem o vosso próximo whisky".

"Imploramos-vos que nos deixem sofrer em privado enquanto encontramos uma forma de atravessar isto e encontrar espaço do outro lado para celebrar o nosso insubstituível marido, pai, irmão, filho e amigo", acrescenta a declaração.

Gordon Ramsay, também chef de cozinha britânico, considerou a morte de Zonfrillo uma “notícia devastadora”.

“Gostei muito do tempo que passámos juntos no MasterChef na Austrália”, escreveu ele no Twitter. “Envio todo o meu amor à Lauren e à sua família neste momento difícil”.

Continue a ler esta notícia