Presidente da Câmara dos Representantes dos EUA anuncia que apoia inquérito para destituir Joe Biden - TVI

Presidente da Câmara dos Representantes dos EUA anuncia que apoia inquérito para destituir Joe Biden

  • CNN Portugal
  • AM - notícia atualizada às 18:49
  • 12 set 2023, 16:42
Joe Biden e Kevin McCarthy (Getty Images)

Foi também apresentado o caso dos negócios de Hunter Biden, filho do presidente, na Ucrânia e com a Rússia, no que considera ser uma cultura de corrupção

O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos anunciou, esta terça-feira, que apoia a abertura de um inquérito para a destituição do presidente Joe Biden. O anúncio foi feito por Kevin McCarthy através de uma declaração curta em que o líder dos republicanos na Câmara Baixa do Congresso explicou os motivos para a abertura deste procedimento.

"Trata-se de alegações de abuso de poder, obstrução e corrupção. Justificam uma investigação mais aprofundada por parte da Câmara dos Representantes. É por isso que hoje estou a dar instruções à nossa comissão da Câmara para abrir um inquérito formal de destituição do presidente Joe Biden", afirmou, acrescentando que não tomou a decisão de ânimo leve. 

McCarthy considera que nos últimos meses terá sido provado que a família de Biden teve acesso a benefícios fiscais assim como a outros, com proteção por parte da própria administração.

De acordo com a CNN, que cita fontes próximas de McCarthy, o presidente da Câmara dos Representantes deveria discursar na quinta-feira durante uma reunião especial sobre investigações entre os republicanos, segundo o qual a abertura de um inquérito de impeachment contra Biden é o próximo passo lógico.

Para além do anúncio de apoio ao inquérito, também foi apresentado o caso dos negócios de Hunter Biden, filho do presidente, na Ucrânia e com a Rússia, no que considera ser uma cultura de corrupção.

A Casa Branca já criticou o pedido de inquérito para a destituição do presidente Biden, classificando-o de “extremamente político”.

“Os Republicanos da Câmara de Representantes investigaram o Presidente durante nove meses e não encontraram uma única prova de irregularidades”, argumentou o porta-voz da Casa Branca Ian Sams, na rede social X.

A abertura de um processo de destituição é há meses reclamada pela ala ‘trumpista’ do Partido Republicano, com a qual o líder Kevin McCarthy teve de fazer muitos compromissos para aceder ao cargo, em janeiro.

Vários congressistas moderados do Partido Republicano opõem-se, contudo, à abertura de um tal inquérito, por medo de transformarem o procedimento numa mera manobra partidária. Os democratas ripostaram afirmando que esses esforços da direita não passam de uma cortina de fumo para dissimular os crescentes problemas judiciais enfrentados pelo ex-Presidente e atual aspirante a candidato presidencial Republicano Donald Trump (2017-2021), quatro vezes indiciado em menos de seis meses.

Nunca um presidente foi destituído na história dos Estados Unidos.

 

Continue a ler esta notícia